quinta-feira, 26 de março de 2015

SUPERLIGA FEMININA 2014/15: Sesi-SP vence o Brasília Vôlei fora de casa e encara a equipe do Molico/Nestlé na semifinal

Sesi-SP vence o Brasília Vôlei fora de casa e encara a equipe do Molico/Nestlé na semifinal 
Líbero Suelen foi eleita a melhor jogadora da partida que classificou o Sesi-SP para a semifinal

Após um jogo equilibrado, o Sesi-SP levou a melhor sobre o Brasília Vôlei (DF) e garantiu vaga na semifinal da Superliga feminina de vôlei 14/15. O time paulista, que já havia vencido a primeira partida, em casa, por 3 sets a 0, bateu o adversário, nesta quarta-feira (25.03), por 3 a 1 (25/23, 15/25, 26/24 e 25/12), no Sesi Taguatinga, em Brasília (DF), depois de 1h57 de confronto.

Com o resultado de 2 jogos a 0 contra o time candango, o Sesi-SP está na semifinal e terá o Molico/Nestlé (SP) como adversário na próxima fase da Superliga. Nesta noite, o Sesi-SP contou com boa atuação da líbero Suelen, eleita a melhor do jogo e, por isso, premiada com o Troféu VivaVôlei.

Apesar da vitória, o jogadora destacou que seu time não fez uma boa apresentação. “Temos consciência que não fizemos um bom jogo. Nossa parte defensiva e nosso saque não saíram como esperávamos, mas viemos com o proposito de vencer e conseguirmos. Agora já começamos a pensar no Molico/Nestlé, nosso próximo adversário”, afirmou Suelen.

A central Fabiana, também do Sesi-SP, foi outro destaque da partida ao sair de quadra como maior pontuadora. A capitã do time paulista marcou 16 vezes.

Pelo lado do Brasília Vôlei, a ponteira Paula Pequeno não conseguiu esconder a frustração pelo resultado negativo e, consequentemente, a eliminação da Superliga.

“O jogo poderia ter sido muito melhor e sabemos disso. Tivemos o terceiro set na mão, mas baixamos guarda e isso não pode acontecer. Nessa fase, todos os times são muito bons, experientes e não podemos permitir esse time de coisa. O nosso time está de parabéns, mas vamos buscar melhorar no próximo ano”, disse Paula, sobre a equipe que disputou a Superliga pela segunda vez.

Outros dois times já estão classificados para a semifinal. O Rexona-Ades (RJ) foi o primeiro a garantir a vaga ao passar pelo São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) por 2 jogos a 0. O mesmo resultado colocou o Molico/Nestlé (SP), que passou pelo Pinheiros (SP), na próxima fase da competição.

O duelo mineiro entre Dentil/Praia Clube (MG) e Camponesa/Minas (MG) será definido apenas no terceiro jogo. Com o empate em uma vitória para cada lado, o confronto decisivo acontecerá na próxima sexta-feira (27.03).

O JOGO


A ponteira Suelle abriu o placar do jogo a favor do Sesi-SP. No ace de Angélica, o Brasília Vôlei fez 2/1. No bloqueio de Edna, o time da casa colocou um de vantagem em 5/4. O Brasília seguiu bem e fez 8/5. O Sesi-SP buscou o jogo e, no erro do adversário, chegou ao ponto de empate (8/8). E, com o quarto ponto consecutivo, o time visitante virou o placar: 9/8. O Brasília Vôlei voltou a pontuar e, no bloqueio de Michelle, dez 13/11. O set se manteve bem disputado, com um novo empate em 15/15. O Sesi-SP voltou a ter dois de vantagem em 20/18. Quando o Brasília deixou tido igual (21/21), Talmo pediu tempo. Na volta, o Sesi-SP fechou em 25/23.

O Brasília Vôlei voltou disposto para o segundo set e, bem no bloqueio, especialmente com a central Edna, abriu 5/1 logo no começo. Neste momento, Talmo parou o jogo. Mas o time da casa seguiu melhor e ainda fez 8/1. Mais uma vez no bloqueio de Edna, o Brasília manteve a boa vantagem em 13/6. Com boa atuação, as donas da casa fizeram 18/11. De forma tranquila, o Brasília Vôlei chegou a 21/12 depois de bom saque de Angélica. Com boa folga no placar, diferença de 10 pontos, o time da casa venceu por 25/15.

Depois de bola bastante disputada logo no primeiro lance do terceiro set, o Sesi-SP abriu o placar. Com a central Fabiana, o time visitante chegou a 7/5. Atento ao jogo, o Brasília Vôlei virou o marcador me 8/7. Na bola de segunda de Ananda, o time candango chegou a 13/11. No ponto de bloqueio de Jéssica, o Brasília fez 16/12. A vantagem aumentou em mais um ponto. Contando com erros do Sesi-SP, o Brasília Vôlei manteve a boa diferença no placar em 21/16. Mas, o Sesi-SP cresceu na parcial, buscou e no ponto de bloqueio de Suelle, chegou ao empate em 21/21. Depois de boa disputa, o set chegou a 24/24. No fim, no bloqueio de Bia, o Sesi-SP fechou em 26/24.

Embalado pela virada no set anterior, o time paulista abriu 2/0 no começo da quarta parcial. Bem no ataque, o Sesi-SP ainda fez 5/1. Na jogada china com a central Bia, a equipe visitante fez o oitavo ponto, enquanto o Brasília Vôlei tinha quatro. A vantagem aumentou ainda mais em 12/4. Com ponto de Fabiana, a diferença a favor do Sesi-SP passou a ser de 11 pontos em 19/8. No set mais tranquilo do jogo decisivo, o Sesi-SP fechou em 25/12.

EQUIPES


BRASÍLIA VÔLEI – Pri Heldes, Elisângela, Edna, Angélica, Michelle e Paula. Líbero – Veridiana
Entraram – Bruna, Ananda, Jéssica
Técnico: Sérgio Negrão

SESI-SP – Carol Albuquerque, Bárbara, Fabiana, Bia, Suelle e Pri Daroit. Líbero – Suelen
Entraram – Liz, Claudinha, Mari, Michelle
Técnico: Talmo de Oliveira

Fonte> Divulgação CBV
Foto: Lucas Dantas/Sesi-SP
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...