sábado, 21 de março de 2015

SUPERLIGA FEMININA 2014/15: De uniforme comemorativo, Molico/Nestlé vence Pinheiros no primeiro confronto das quartas de final

 De uniforme comemorativo, Molico/Nestlé vence Pinheiros no primeiro confronto das quartas de final 
             Com camiseta alusiva à Pascoa, a equipe comandada por Luizomar teve atuação quase perfeita: superou o adversário por 3 a 0 no primeiro duelo pelas quartas de final.

Uniforme comemorativo à Páscoa e vitória convincente do Molico/Nestlé na abertura dos playoffs de quartas de final diante do Pinheiros. Em grande atuação de Ivna, a equipe de Osasco derrotou o adversário por 3 sets a 0, parciais de 25/14, 25/21 e 25/23, em 1h24min, no José Liberatti. A oposta foi a maior pontuadora com 17 acertos e Dani LIns recebeu o VivaVôlei como a melhor em quadra. O segundo compromisso entre os clubes será na terça-feira (24), às 20h30, em São Paulo, no ginásio Henrique Villaboin.

Ivna colocou no chão quase todas as bolas em que foi acionada e marcou 15 de seus 17 pontos neste fundamento, fazendo o público de 2.800 pessoas vibrar muito. "Estamos treinando bastante e estudamos bem o time delas. Fizemos uma boa atuação taticamente e agora temos a missão de nos preparar ainda melhor para o jogo de terça-feira. O grupo prevaleceu passando positividade e que possamos repetir no segundo jogo", comentou a oposta.

Dani Lins fez uma boa distribuição e quatro atletas anotaram dez pontos ou mais: Ivna, Caraces, Thaisa e Adenízia. "Aplicamos o que fizemos nos treinos durante a semana. O time mostrou vontade de não deixar a bola cair. Defendemos bastante e conseguimos neutralizar algumas jogadoras delas. Sacamos bem e nosso espírito de jogo foi muito melhor. Atuamos com alegria e determinação", afirmou a levantadora.

Para o técnico Luizomar, o Molico/Nestlé fez um bom jogo na estreia das quartas de final. "Ainda não ganhamos nada, mas demos um passo importante pela maneira que a equipe se comportou. Sabemos da qualidade e respeitamos bastante o Pinheiros. Foi uma semana extremamente dedicada ao estudo e precisamos seguir assim para a sequência desse confronto. É pensar no segundo jogo analisando os dados que já tínhamos e o que apresentaram neste jogo para buscarmos a classificação", analisou treinador.

O confronto por uma vaga na semifinal reúne o Molico/Nestlé, terceiro na fase de classificação, contra o Pinheiros, que ficou em sexto. A equipe de Osasco leva vantagem no retrospecto recente, já que são 20 vitórias e 4 derrotas nos últimos 24 jogos. Na história da Superliga são 43 partidas, com 32 resultados positivos contra 11 do time da capital.

Uniforme em alusão à Páscoa - A Páscoa é uma data muito importante para os brasileiros e para a Nestlé. Por esse motivo, as jogadoras do time de Osasco estão disputando as quartas de final diante do Pinheiros com um uniforme comemorativo. Nas camisas das líberos Camila Brait e Dani Terra está estampado o chocolate KitKat. Nas demais atletas estão reproduzidos os ovos de Páscoa da marca Alpino.

O jogo 

Motivado, sacando bem e quase sem errar, o Molico/Nestlé dominou o primeiro set. A levantadora Dani Lins distribuiu bem e colocou todas as duas companheiras em boas condições e, assim, surpreendeu a defesa adversária em vários momentos. Outra mudança, as atacantes de extremidade foram eficientes, tanto que Ivna foi a maior pontuadora da série, com 7 acertos, e Carcaces fez 4. A equipe de Osasco chegou ao primeiro tempo técnico com 8 a 4 e logo marcou 16 a 9. Fechou em 25/14, em 22 minutos, com ace de Thaisa. A eficiência da equipe pode ser comprovado pelos números: ataque (15), bloqueio (3), saque (2), erros do adversário (5).

A segunda parcial começou no mesmo ritmo. O Molico/Nestlé vibrante e aproveitando praticamente todos os contra-ataques. Chegou rápido à primeira parada técnica, 8 a 3. O melhor bloqueio da Superliga também marcou presença (4 pontos na série) e Carcaces parou o adversário, 16 a 8. Depois de uma pequena desatenção, quando o placar estava 22 a 17, o técnico Luizomar pediu tempo e acertou novamente o time. A oposta Ivna, a maior pontuadora até agora com 13 acertos, sendo 6 na segunda série, fez três pontos e fechou em 25/21, em 28 minutos. Total: ataque (15), bloqueio (4), saque (2), erros do adversário (4).

O panorama se inverteu no terceiro set. A equipe de Osasco diminuiu o ritmo e o Pinheiros abriu 8 a 5 e 16 a 13. Aí apareceu novamente o melhor bloqueio da competição, com 8 pontos e outra arma, Mari, que entrou na inversão do 5/1. Com três pontos consecutivos, ela empatou a partida em 19 a 19. Dois bloqueios de Adenízia viraram o placar para 21 a 19. A troca de pontos seguiu até o final, quando Ivna, a maior pontuadora da partida e destaque do time na tarde deste sábado, atacou forte e fechou em 25/23, em 34 minutos, para vibração do grande público presente ao Liberatti. Total: ataque (13), bloqueio (8), erros do adversário (4).

No Molico/Nestlé jogaram e marcaram: Dani Lins (4), Ivna (17), Carcaces (13), Samara (4), Thaisa (11), Adenízia (10) e a líbero Camila Brait. Entraram: Diana, Mari (3) e Gabi. Técnico: Luizomar de Moura.

No Pinheiros jogaram e marcaram: Macris (1), Rosamaria (1), Ellen (10), Cibele (4), Vivian (3), Fran (8) e a líbero Leia. Entraram: Renatinha (6), Kassi, Fê Isis (3) e Bruna . Técnico: Wagão.

Fonte:  ZDL - Rafael Zito
Foto: João Pires/Fotojump
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...