terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

SUPERLIGA FEMININA 2014/15: Em jogo emocionante, Molico/Nestlé vence Pinheiros de virada

Em jogo emocionante, Molico/Nestlé vence Pinheiros de virada
                                      A equipe comandada por Luizomar perdia por 2 a 0, mas superou o Pinheiros no tie break 

Repetindo o primeiro turno, o confronto entre Molico/Nestlé e Pinheiros só foi decidido no quinto set. Depois de sair perdendo por 2 a 0, a equipe comandada por Luizomar mostrou força e obteve uma virada expressiva, superando as donas da casa por 3 sets a 2, parciais de 24/26, 18/25, 25/23, 18/25 e 15/11, com duração de 2h22min. Com 19 acertos, Carcaces foi a atleta que mais pontuou na partida. Dani Lins foi eleita a melhor em quadra e recebeu o troféu Viva Vôlei. Ivna jogou apenas da metade da terceira parcial em diante e também se destacou com nove pontos.

 Feliz com o resultado, Dani Lins exaltou a força coletiva. "O grupo está de parabéns e considero que neste jogo as 12 que ganharam. As meninas que estavam em quadra, as do banco e a comissão técnica. Foi uma vitória de todos. Jogamos como time e vibrando nas horas mais difíceis. O ideal é fazer três pontos, mas se não acontecer o importante é vencer e somar dois. Tem que ganhar para o time ir se fortalecendo cada vez mais. Se for para chegar à final vencendo tudo por 3 a 2 não tem problema. Prevaleceu a união da equipe", afirmou a levantadora.
 
Thaisa destacou o espírito positivo da equipe que não desistiu em momento algum. "Conseguir se superar e reverter um placar que estava totalmente para o outro time e na casa delas é extremamente importante para o grupo. Essas vitórias fazem a equipe ganhar corpo, volume de jogo e confiança. Estávamos precisando disso e a força do grupo foi determinante. Sabemos que vamos precisar de todo mundo e se for para ganhar tudo de 3 a 2 e conseguirmos obter nosso objetivo está valendo", disse a capitã.

Ivna entrou na partida no lugar do Mari a partir do terceiro set. A jogadora fez pontos decisivos e também enfatizou o trabalho em equipe. "Estava faltando alegria e animação. Quando o Luizomar me colocou pediu para entrar vibrando e ajudar a equipe. Foi o que me propus a fazer e acabou fluindo. Conquistamos uma bela vitória após estarmos perdendo de 2 a 0. A força do grupo prevaleceu", ressaltou a oposta. 

Após oito rodadas do returno, a equipe da Nestlé soma sete vitórias e somente um revés. Somando os dois turnos, são 17 resultados positivos em 20 partidas, com 52 sets vencidos e 18 perdidos. A capitã Thaisa e suas companheiras ganharam 12 vezes por 3 sets a 0, uma por 3 a 1, e quatro, por 3 a 2. O  Molico/Nestlé  chega aos 47 pontos e mantém a terceira posição na Superliga. O próximo desafio será diante do Dentil/Praia Clube, na sexta-feira (27), às 21h30, no José Liberatti, com transmissão do SporTV. 

O jogo - O Molico/Nestlé entrou desconcentrado e errando muito. Com isso, o Pinheiros aproveitou para abrir 11 a 5. Neste momento Gabi foi para o saque o mudou o rumo da parcial. Desestabilizou o passe adversário e ajudou o contra-ataque, que passou à frente em 13 a 12. A partir daí, a equipe de Osasco dominou as ações e manteve a vantagem até o 24 a 21. Neste momento, parou novamente e permitiu cinco pontos seguidos do Pinheiros que fechou a série em 26/24, em 32 minutos. Adenízia fez 6 pontos. Total: ataque (13), bloqueio (4), saque (1), erros do adversário (6). 

A virada do Pinheiros desorganizou o  Molico/Nestlé  que voltou para o segundo set com dificuldade no passe e sem conseguir aproveitar os contra-ataques. Com isso, ficou atrás o tempo inteiro, 3 a 8, 10 a 16. Tentou uma pequena reação no 17 a 21, mas não foi suficiente. O pinheiros fechou la série em 25/18, em 30 minutos. Carcaces teve 5 acertos. Pontos: ataque (10), bloqueio (2), erros do adversário (6).

A terceira parcial manteve a igualdade até 4 a 4, mas o MOLICO/Nestlé foi para a primeira parada técnica vencendo por 8 a 7, em ataque de Thaisa. O time deslanchou e Gabi marcou 15 a 11. As donas da casa reagiram e a diferença caiu: 17 a 15. O marcador voltou a registrar três pontos de vantagem com Adenízia (18 a 15) e bloqueio de Gabi (21 a 18). A oscilação reapareceu e o Pinheiros empatou: 21 a 21. O  Molico/Nestlé  retomou a frente com dois erros das adversárias: 24 a 22. Em seguida, Adenízia atacou e fechou o set por 25 a 23, em 32 minutos. Destaques, Thaisa e Adenízia, com 5 acertos cada. Pontos: ataque (13), bloqueio (3), erros do adversário (9). 

 Molico/Nestlé  entrou em jogo novamente. A entrada de Ivna, no lugar de Mari, deu consistência e ritmo ao time. Ela fez quatro dois oito primeiros pontos e sua equipe chegou a 8 a 3. O bloqueio funcionou (Gabi marcou três pontos neste fundamento) e o time de Osasco chegou ao segundo tempo técnico com 16 a 7. Manteve a diferença e nem um erro do juiz ao dar cartão vermelho à Carcaces impediu que o  Molico/Nestlé  fechasse a parcial em 25/18, em 29 minutos. O destaque foi Ivna, com 6 acertos. Pontos: ataque (15), bloqueio (7), erros do adversário (3). 

O tie break começou nervoso e com equilíbrio. Adenízia empatou em 5 a 5 e fez dois bloqueios seguidos, 7 a 5. Logo, foi a vez de Carcaces marcar, 8 a 6. O time visitante estava mais consistente e Dani Lins, de segunda, manteve a vantagem, 9 a 7. Carcaces novamente e Ivna confirmaram, 12 a 10. A oposta estava segura, 13 a 11, e Adenízia, o destaque com 4 pontos, fez 14 a 11. Mari, que acabara de substituir Gabi na rede, fechou o jogo em mais um bloqueio, 15/11, em 19 minutos. 

Equipes:

No  Molico/Nestlé  jogaram e marcaram: Dani Lins (5), Mari (7), Carcaces (19), Gabi (8), Thaisa (17), Adenízia (15) e a líbero Camila Brait. Entraram: Diana, Ivna (9), Samara e Lara. Técnico: Luizomar de Moura.

No Pinheiros jogaram e marcaram: Macris (5), Rosamaria (13), Ellen (18), Kassi (10), Fê Isis (11), Fran (17) e a líbero Leia. Entraram: Bruna e Lorenne (1) . Técnico: Vadão. 

Fonte: Rafael Zito - ZDL
Foto:João Neto/Fotojump
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...