sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

SUL-AMERICANO DE VÔLEI FEMININO 2015:Molico/Nestlé avança para semifinal como primeiro do Grupo

Molico/Nestlé avança para semifinal como primeiro do Grupo

Equipe de Osasco bateu o San Martin de Porres, do Peru, por 3 a 0 


O Molico/Nestlé confirmou o favoritismo e saiu como primeiro colocado no grupo A do Campeonato Sul-Americano de Clubes. Na noite desta sexta-feira (6), a equipe de Osasco venceu o San Martin de Porres, do Peru, por 3 sets a 0, parciais de 25/23, 25/22 e 25/17, em 1h20. A maior pontuadora foi a cubana Carcaces, com 14 acertos. O adversário na semifinal, neste sábado (7), às 14 horas contra a equipe argentina do Villa Dora.

Carcaces apontou as dificuldades que a equipe teve diante do San Martin de Porres. "As partidas com equipes peruanas são sempre difíceis e não podemos relaxar. Quando jogava pela Seleção de Cuba meu treinador sempre dizia que diante do Peru sempre temos de atuar com inteligência. Nem sempre são equipes altas, mas são muito boas defensivamente, erram pouco e sabem jogar. O determinante para nossa vitória foi que defendemos bem e aproveitamos os contra-ataques", analisou a cubana. 


Já Dani Lins comentou sobre a evolução das partidas e a importância de ganhar ritmo para a fase decisiva. "No decorrer da competição os jogos vão melhorando. Fizemos dois jogos relativamente fáceis, mas hoje contra as peruanas sabíamos que seria bem difícil. Assistimos aos vídeos delas e vimos que é um time mais ‘jogueiro’, que tem boas jogadas e saca muito forte. É bom um confronto como esse para dar ritmo visando a semifinal e uma possível decisão. Na semifinal devemos ter um duelo do mesmo nível ou até mais complicado, mas é bom para ajustarmos nossas jogadas", afirmou a levantadora.

O jogo - Depois de dois jogos muito fáceis, o Molico/Nestlé encontrou um adversário de melhor nível técnico. A primeira série diante das peruanas foi bastante equilibrada. O time adversário fechou o primeiro tempo técnico na frente, 8 a 7, mas logo a equipe brasileira melhorou e chegou a 16 a 13. Porém, não manteve o ritmo e permitiu a reação das peruanas que empataram em 20 a 20. Um bloqueio de Dani Lins definiu 23 a 20 e Carcaces, a maior pontuadora com 6 acertos, decretou o fim do set em 25/23, em 29 minutos. Foram 14 pontos de ataque, 2 de bloqueio, 1 de saque e 8 em erros do adversário.

Novamente, o Molico/Nestlé saiu atrás. As peruanas marcaram 8 a 5 e o time brasileiro calibrou o saque e trabalhou bastante para virar em 16 a 14. Com um ataque de Carcaces, 20 a 16. Adenízia fez 22 a 18. As peruanas reagiram e chegaram a 24 a 22, mas em seguida Carcaces atacou forte e fechou em 25 a 22, em 28 minutos. Mari, Carcaces e Thaisa fizeram 4 pontos cada. No total foram 11 pontos de ataque, 2 de bloqueio, 5 de saque e 7 em erros do adversário.

Na terceira série, dois fatores definiram: o Molico/Nestlé melhorou e o time peruano caiu de rendimento. A equipe brasileira logo chegou a 8 a 3 e 16 a 7, com bloqueios de Thaisa e Adenízia ajudando a abrir maior vantagem. Novo bloqueio de Thaisa e 22 a 15. Em seguida foi a vez de Mari impedir o ataque adversário, 24 a 16 e a capitã fechou o set pelo meio, 25 a 17, em 25 minutos. Thaisa foi o destaque com 6 acertos. Foram 13 pontos de ataque, 7 de bloqueio e 5 em erros do adversário.

Equipes:



No Molico/Nestlé jogaram e marcaram: Dani Lins (4), Mari (12), Thaisa (12), Adenízia (9), Samara(2), Carcaces (14) e a líbero Camila Brait. Entraram: Ivna e Diana. Técnico: Luizomar de Moura.

No San Martin de Porres jogaram e marcaram: Frias (12), Moffet (7), Milca (4), A.Leyva (11), Arrutia (3), Cajo (1) e a líbero Torres. Entraram: Azca, Uribe e Carrasco. Técnico: Juan Garcia.

Fonte: ZDL - Rafael Zito
Foto: João Pires/Fotojump
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...