segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

SUL-AMERICANO DE CLUBES DE VÔLEI MASCULINO 2015: Em jogo equilibrado, Sada Cruzeiro é superado pelo UPCN da Argentina e fica com o vice Sul-Americano

Em jogo equilibrado, Sada Cruzeiro é superado pelo UPCN da Argentina e fica com o vice Sul-Americano

Na noite deste domingo, 15/02, o Sada Cruzeiro foi superado pelo UPCN, que jogava em casa, em San Juan, na Argentina, na final do Sul-Americano. Com o Ginásio Aldo Cantoni lotado, os anfitriões do torneio fizeram 3 sets a 2, com parciais de 25/21, 25/18, 18/25, 21/25 e 16/14 e conquistaram o título continental.

Bicampeão da América do Sul, o Sada Cruzeiro enfrentou exatamente o UPCN nas duas vezes que venceu, em 2012, no Chile, e em 2014, em Belo Horizonte. Porém, neste ano, o resultado foi favorável ao rival.

Com uma campanha incontestável até a decisão, o Sada Cruzeiro chegou à final sem ter perdido um set sequer no torneio. Mas, logo no início do jogo, viu o clube argentino impor sua força. Com o apoio do torcedor e muito volume defensivo, o UPCN venceu as duas primeiras etapas, que foram bastante disputadas. A partir do terceiro set, a história mudou. O Sada Cruzeiro reencontrou um bom ritmo, esteve bem no passe, cresceu ofensivamente e sacou muito bem. Com isso, venceu as duas etapas seguintes e empatou o confronto. E no tie-break, disputado rigorosamente ponto a ponto, lutou até o fim, mas não conseguiu a vitória.

“Começamos o jogo com dificuldade nas ações, era um jogo parelho, mas eles defendiam bastante, tocavam em todas as bolas e complicavam muito a nossa virada de bola. Isso nos instigou ao erro e faltou tranquilidade para a gente sair dessa situação nos dois primeiros sets. Depois a gente se encontrou, jogou melhor e foi quando nosso time conseguiu as vitórias nas parciais. Mas o jogo estava para eles, no tie-break as coisas continuavam dando certo para o time deles. Foi difícil e o UPCN jogou muito bem, mereceu a vitória. Mas acho que a nossa equipe foi guerreira e lutou até o fim”, explicou Filipe.

Com o título, o UPCN garantiu a vaga no Mundial de Clubes de 2015. Nos dois anos anteriores, a equipe mineira sediou o torneio em Minas Gerais e está em negociações com a FIVB sobre a possibilidade de sediar a edição deste ano.

EQUIPES:

Sada Cruzeiro: William, Wallace, Leal, Filipe, Isac, Éder e o líbero Serginho. 
Entraram: PV, Fernando Cachopa, Rodriguinho e Douglas Cordeiro. 
Técnico Marcelo Mendez.

UPCN: Gonzales, Uchikov, Filardi, Popp, Ualas, Ramos e o líbero Garroq. 
Entraram: Molina. 
Técnico – Fabián Armoa.


Elenco cruzeirense garante três prêmios individuais no Sul-Americano

O Sada Cruzeiro ficou com o vice-campeonato Sul-Americano neste domingo, 15, em San Juan, na Argentina. E a boa campanha do elenco estrelado garantiu ao time três prêmios individuais. O melhor líbero do torneio foi o cruzeirense Serginho. Além disso, Leal foi eleito um dos melhores ponteiros, enquanto o melhor oposto foi Wallace. E a dupla de ataque celeste repetiu o bom rendimento da última edição, em Belo Horizonte, quando garantiram os mesmos troféus.

“Eu sempre penso primeiro no time. Com toda certeza, eu trocaria o prêmio individual pelo título. Ele não tem o mesmo gosto de conquistar um troféu com o grupo. É claro que é legal ter o seu trabalho reconhecido, mas é como um presente que você ganha e deixa de lado. Mas hoje foi difícil, eles jogaram muito bem, não podemos tirar o mérito deles. Perder é sempre muito ruim, ainda mais para este time que está acostumado a vencer, é bastante doloroso. Mas tem que servir de aprendizado, precisamos refletir sobre o que erramos e ver o que podemos fazer melhor”, disse o oposto do Sada Cruzeiro.

Fonte/fotos: Sada Cruzeiro
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...