quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

SUPERLIGA MASCULINA 14/15: Em casa, Vôlei Canoas vence o Brasil Kirin

        Em casa, Vôlei Canoas vence o Brasil Kirin
           Quiroga marcou nove pontos no duelo

O Vôlei Canoas (RS) alcançou a quinta vitória consecutiva no returno da Superliga masculina de vôlei 14/15. Pela sexta rodada, nesta quarta-feira (28.01), a equipe gaúcha venceu, de virada, o Brasil Kirin (SP) por 3 sets a 1 (22/25, 26/24, 25/20 e 25/21), em 2h18 de jogo, no ginásio Poliesportivo La Salle, em Canoas (RS).

O resultado fez o Vôlei Canoas subir para o sexto lugar na classificação geral, com 25 pontos (oito vitórias e oito derrotas). O Brasil Kirin segue na terceira posição, com 36 (12 resultados positivos e cinco negativos). O Sada Cruzeiro lidera, com 44, seguido pelo Taubaté/Funvic (SP), com 38.

O jovem ponteiro Alê, de 22 anos, do Vôlei Canoas, foi o destaque do jogo e ficou com o Troféu VivaVôlei. Companheiro de equipe do atacante, o oposto Dennis foi o maior pontuador do confronto, com 18 pontos.

Ao final do duelo, o ponteiro Alê comentou a atuação dos gaúchos na vitória contra o Brasil Kirin.

“É sempre bom conseguir uma vitória como essa. A equipe toda jogou muito bem e me ajudou durante todo o jogo. Temos que seguir embalados e conseguir mais vitórias para ficarmos numa situação melhor na tabela”, disse Alê.

O JOGO

Vôlei Canoas começou melhor e fez 5/3. O Brasil Kirin cresceu de produção e virou o marcador (13/11). Os visitantes seguraram a vantagem e foram para o segundo tempo técnico vencendo por 16/14. Bem nos contra-ataques, os campineiros abriram três (22/19). Se aproveitando dos erros de saques do time da casa, o Brasil Kirin fechou o primeiro set por 25/22.

O início do segundo set foi marcado pelo equilíbrio. O time da casa foi para o primeiro tempo técnico com dois de vantagem (8/6). Bem no bloqueio, o Brasil Kirin empatou (11/11). O set ficou disputado ponto a ponto. Com um ataque do ponteiro Quiroga, os gaúchos fizeram 18/17. A parcial seguiu equilibrada até o final, mas o Vôlei Canoas foi melhor nos momentos decisivos e venceu o set por 26/24.

A vitória no segundo set fez bem ao time da casa que fez 8/7 no início da terceira parcial. Bem no saque e com bom volume de jogo, os donos da casa abriram quatro (17/13). Com um ace do oposto Baiano, os visitantes encostaram (17/15). O Vôlei Canoas segurou uma reação da equipe campineira no final da parcial e fechou o terceiro set por 25/20.

O Brasil Kirin veio com três substituições para o quarto set. Entraram Jotinha, Baiano e Babu nos lugares de Sandro, Vini e João Paulo Tavares, respectivamente. A substituição fez bem aos campineiros que abriram três (8/5). O ponteiro Quiroga teve uma boa sequência de saques e os gaúchos viraram o marcador (10/9). O central Gustavo conseguiu um rápido ataque pelo meio e o time da casa fez 16/12. A equipe da casa manteve a vantagem até o final e venceu o set por 25/21 e o jogo por 3 sets a 1.

Outros jogos

Vitória do time da capital

O Sesi-SP levou a melhor e venceu o São Bernardo Vôlei (SP) por 3 sets a 0 (25/18, 25/17 e 25/21), em 1h32 de jogo, no Adib Moyses Dib, em São Bernardo (SP). O líbero Serginho brilhou no confronto e ficou com o Troféu VivaVôlei. O central Lucão foi o maior pontuador da partida, com 17 pontos.

Força mineira

Em casa, o Minas Tênis Clube (MG) superou o São José Vôlei (SP) por 3 sets a 1 (25/17, 25/18, 23/25 e 25/14), em 1h59 de jogo, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG). O ponteiro Bruno Canuto, do time mineiro, teve atuação destacada e ficou com o Troféu VivaVôlei. O oposto cubano Escobar, também do time da casa, foi o maior pontuador do duelo, com 16 acertos.

O ponteiro Bruno Canuto comentou a atuação dos mineiros contra o time do Vale do Paraíba.

“Sabíamos que seria um jogo difícil e, por isso, entramos concentrados. Demos uma caída no terceiro set, mas nos recuperamos no final e voltamos bem para o quarto. Conseguimos voltar com nosso ritmo e isso fez a diferença. A vitória é importante para recuperarmos a confiança para as próximas partidas que serão bem difíceis”, disse Bruno Canuto.

No tie-break
O Taubaté/Funvic (SP) precisou de cinco sets, mas conseguiu uma importante vitória sobre o Voleisul/Paquetá Esportes (RS) por 3 sets a 2 (25/18, 21/25, 23/25, 25/18 e 15/11), em 3h02 de jogo, no Abaeté, em Taubaté (SP). O Troféu VivaVôlei foi para o ponteiro Dante. Apesar da derrota, o Voleisul/Paquetá Esportes teve o maior pontuador do confronto, o oposto Leandrão, com 19 acertos.

EQUIPES:

VÔLEI CANOAS – Evandro, Dennis, Quiroga, Alê, Gustavo e Thiago Barth. Líbero – Jeffe
Entraram – Paulo Renan e Palloti
Técnico – Marcos Miranda

BRASIL KIRIN – Sandro, Vini, João Paulo Tavares, Bravo, Gustavão e Dianini. Líberos – Pará e Ary
Entraram – Baiano, Jotinha, Babu e Secco
Técnico – Alexandre Stanzioni

Fonte: Divulgação CBV
Foto: Alexandre Arruda/CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...