sábado, 17 de janeiro de 2015

COPA BRASIL FEMININA: Pinheiros vence Sesi-SP e conquista título da Copa Brasil

 Pinheiros vence Sesi-SP e conquista título da  Copa Brasil 
Meninas do Pinheiros comemoram o título da Copa Brasil 

O Pinheiros (SP) é o campeão da Copa Brasil feminina de vôlei 2015. Em uma partida eletrizante, neste sábado (17.01), a equipe da capital paulista venceu o Sesi-SP (SP) por 3 sets a 2 (25/20, 15/25, 21/25, 28/26 e 15/7), no ginásio Poliesportivo São Gonçalo, em Cuiabá (MT), na decisão.

Para chegar a grande final, o Pinheiros passou pelo Dentil/Praia Clube (MG) nas quartas de final, por 3 sets a 0, e pelo Rexona-Ades (RJ), na semifinal, por 3 a 1. Com isso, a equipe da capital paulista venceu as duas primeiras colocadas na Superliga 14/15 – Rexona-Ades e Sesi-SP – para ficar com o título. A líbero Léia teve uma atuação destacada na final e foi eleita a melhor jogadora da partida.

Antes da cerimônia de premiação, a líbero comentou sobre a atuação da equipe e ressaltou a importância do título para o grupo paulista.

“Estou muito feliz. Essa vitória foi merecida. Formamos um time de trabalhadoras e treinamos todos os dias buscando nossa evolução. Sabíamos que seria um jogo muito difícil. O Sesi-SP tem uma grande equipe e isso torna o nosso título ainda mais especial. O grupo todo está de parabéns”, disse Léia.

O treinador Wagão dez questão de parabenizar a todos pela vitória e garantiu ser um prazer e um grande aprendizado trabalhar com as campeãs da Copa Banco do Brasil.

“É sensacional trabalhar com essas meninas. Aprendo todos os dias com elas. Esse grupo acredita muito no nosso trabalho e me aguenta diariamente. Elas merecem esse título, assim como o Pinheiros, que nos dá todo o apoio necessário. Esse título é dessas meninas especiais”, afirmou Wagão.

Quem também teve uma atuação destacada nos momentos decisivos da vitória foi a ponteira Ellen. A atacante chamou a atenção para o espírito de luta e o comprometimento de suas companheiras.

“Faz muito tempo que estou no Pinheiros e nós nunca tínhamos vencido uma partida do Rexona-Ades. Por isso, ontem já foi especial. Hoje, essa vitória e a conquista de um título nacional me deixa sem palavras e muito emocionada. O time todo está de parabéns”, garantiu Ellen.

Pelo lado do Sesi-SP, a central Fabiana lamentou a derrota, mas parabenizou o Pinheiros pela boa campanha em toda a Copa Banco do Brasil.

“Foi um bom jogo. O Pinheiros está de parabéns pela vitória. Elas se superaram na parte final da partida. Chegamos em mais uma final, mas o título não veio. Agora, temos que pensar na sequência da Superliga”, explicou Fabiana.

O JOGO

O Pinheiros fez os dois primeiros pontos da partida. O Sesi-SP cresceu de produção e virou o marcador (7/5). Com uma boa sequência de saques da central Fran, o time comandado pelo treinador Wagão reassumiu a liderança (10/8). O Pinheiros seguiu na frente e foi para o segundo tempo técnico com um de vantagem (16/15). Quando o placar estava 19/16 para a equipe da oposto Renatinha, o técnico Talmo de Oliveira inverteu o cinco e um. Entraram Liz e Claudinha e saíram Carol e Bárbara. Mesmo com a substituição, o Pinheiros continuou melhor e venceu o primeiro set por 25/20.

O Sesi-SP começou com uma substituição no segundo set. Entrou Pri Daroit e saiu Mari Cassemiro. A mudança fez bem ao time comandado pelo treinador Talmo de Oliveira que fez 9/3. Bem no saque e no ataque, a equipe da Vila Leopoldina abriu nove pontos (13/4). Com um ataque da central Fabiana, o Sesi-SP fez 20/12. O time da central Fabiana se manteve na liderança até o final e venceu o set por 25/15.

O terceiro set começou equilibrado. Depois de um longo rally, o Pinheiros fez 5/4. O volume de jogo do Sesi-SP voltou a aparecer e as comandadas pelo campeão olímpico Talmo de Oliveira abriram dois (8/6). O saque e o bloqueio do Sesi-SP eram eficientes e a diferença subiu para quatro (11/7). O treinador Wagão trocou as opostos. Entrou Rosamaria e saiu Renatinha. O time da Vila Leopoldina foi para o segundo tempo técnico com cinco de vantagem (16/11). A central Fran, do Pinheiros, conseguiu dois aces e a diferença no marcador caiu para quatro (20/16). O Sesi-SP segurou a reação do rival paulista e venceu o terceiro set por 25/21.

O início da quarta parcial foi marcado pelo equilíbrio. O Pinheiros foi para a primeira parada técnica com um de vantagem (8/7). O Sesi-SP conseguiu um belo ponto de bloqueio e empatou (13/13). Bem no contra-ataque, a equipe da Vila Leopoldina abriu dois (19/17). O Pinheiros fez um ponto de bloqueio e deixou tudo igual (19/19). O final da parcial foi disputado ponto a ponto. O time comandado pelo treinador Wagão foi melhor nos momentos decisivos e venceu o quarto set por 28/26.

O Pinheiros começou melhor no quinto set e fez 3/1. O Sesi-SP cresceu de produção e deixou tudo igual (4/4). Com dois bloqueios seguidos da ponteira Ellen, o time do treinador Wagão abriu dois (8/6). Se aproveitando dos erros do Sesi-SP e, com destaque para a atacante Ellen, o Pinheiros foi melhor na parte final da parcial e venceu o set por 15/7 e o jogo por 3 sets a 2.

EQUIPES

SESI-SP – Carol Albuquerque, Bárbara, Bia, Fabiana, Mari e Suelle. Líbero – Suelen
Entraram – Claudinha, Liz, Pri Daroit, Michelle Daldegan
Técnico: Talmo de Oliveira

PINHEIROS – Macris, Renatinha, Cibele, Ellen, Fê Isis e Fran. Líbero – Léia
Entraram: Rosane, Rosamaria, Vívian, Kasi
Técnico – Wagão

Fonte: Clarissa Laurence e Vicente Condorelli – CBV
Foto;  Alexandre Arruda/CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...