domingo, 14 de dezembro de 2014

SUPERLIGA MASCULINA 14/15: Sesi-SP quebra a invencibilidade do Sada Cruzeiro

 Sesi-SP quebra a invencibilidade do Sada Cruzeiro
Equipe do Sesi bateu o Sada Cruzeiro por 3 sets a 2

Na partida que marcou a reedição da última final da Superliga masculina, melhor para o Sesi-SP. Em um jogo emocionante e de alto nível técnico, o time paulista venceu o Sada Cruzeiro (MG) por 3 sets a 2 (25/22, 23/25, 22/25, 28/26 e 15/9), em 2h34 de jogo, na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP). A partida foi válida pela última rodada do turno da competição.

O resultado confirmou o Sada Cruzeiro como líder ao final do primeiro turno, com 30 pontos (10 vitórias e uma derrota). O Taubaté/Funvic(SP) ficou na segunda colocação, com 29 (10 resultados positivos e um negativo) e o Brasil Kirin (SP) em terceiro, com 28 (nove vitórias e duas derrotas). Já o Sesi-SP aparece na quinta colocação, com 20 pontos (sete resultados positivos e quatro negativos)

O oposto Rafael, do Sesi-SP, brilhou no duelo e ficou com o Troféu VivaVôlei, após ser eleito o melhor do confronto. O atacante ainda foi o maior pontuador da partida, ao lado do ponteiro cubano do Sada Cruzeiro, Leal, com 19 acertos.

Ao final do jogo, o atacante comentou a importância da vitória dos paulistas para a sequência da competição.

“Esse foi um jogo para lavar a alma. Estamos vindo de uma sequência não muito boa de jogos. Sabíamos que ia ser uma partida difícil e estávamos bem preparados. Treinamos forte a semana inteira e conseguimos a vitória diante da nossa torcida”, disse Rafael.

O treinador Marcos Pacheco parabenizou o time pelo resultado e comentou o início da equipe paulista na Superliga.

“Infelizmente não estávamos fazendo uma temporada equilibrada. O time não tinha se ajustado e as peças não estavam encaixando. No entanto, nós sabíamos que era uma questão de tempo. Temos jogadores extremamente talentosos e uma comissão técnica que trabalha muito. Hoje, fizemos um jogo muito bom que precisávamos fazer para vermos que temos um time altamente competitivo”, afirmou Pacheco.

As duas equipes voltarão à quadra na próxima quarta-feira (17.12). O Sesi-SP duelará com o Montes Claros Vôlei (MG), às 21h30, na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP). Já o Sada Cruzeiro receberá o São José Vôlei (SP), às 20h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG).

O JOGO

O Sesi-SP começou melhor e fez 5/2 com um ace do ponteiro Lucarelli. O saque do time paulista dificultava o passe da equipe mineira. E foi com uma boa sequência de saques do central Lucão que a equipe da casa abriu quatro (11/7). Quando o placar estava 15/10 para os donos da casa, o técnico do Sada Cruzeiro, Marcelo Mendez, trocou os levantadores. Entrou Fernando e saiu William. Bem no bloqueio, o time mineiro encostou (21/19). O Sesi-SP segurou a reação dos visitantes e fechou o primeiro set por 25/22.

O segundo set começou disputado. Com um ponto de bloqueio do central Éder, o Sada Cruzeiro deixou tudo igual na parcial (11/11). Se aproveitando dos erros do time mineiro, a equipe paulista abriu dois (16/14). Quando os donos da casa fizeram 18/16, o treinador mineiro, Marcelo Mendez, pediu tempo. O final da parcial foi extremamente equilibrado. Com dois aces consecutivos do central Éder, a equipe mineira venceu a segunda parcial por 25/23.

O saque do Sesi-SP voltou a funcionar no início do terceiro set e os paulistas fizeram 4/2. Com uma largada do central Lucão, os vice-campeões da última edição da Superliga foram para o primeiro tempo técnico em vantagem (8/6). O Sada Cruzeiro passou a defender e sacar com mais eficiência e virou o marcador (11/10). O treinador dos donos da casa, Marcos Pacheco, pediu tempo. Mesmo com a paralisação, os atuais campeões seguiram na liderança (16/14). O Sada Cruzeiro segurou a vantagem e com Éder brilhando, mais uma vez no saque, fechou o set por 25/22.

O quarto set começou equilibrado. O time mineiro foi para o primeiro tempo técnico com um de vantagem (8/7). Bem nos contra-ataques, o Sada Cruzeiro abriu dois (12/10). O Sesi-SP cresceu de produção e empatou (17/17). O treinador Marcelo Mendez trocou os ponteiros. Entrou Winters e saiu Filipe. Com um ace do central Isac, a diferença voltou para dois (19/17). O Sesi-SP empatou na reta final da parcial, depois de uma linda defesa do ponteiro Lucarelli (22/22). O final do set foi disputado ponto a ponto. A equipe paulista foi melhor nos momentos decisivos e venceu o set por 28/26.

O Sesi-SP começou melhor o tie-break e fez 3/1. Com muito volume de jogo, o Sada Cruzeiro virou o marcador (5/4). Os dois times se alternavam na liderança. O time da casa conseguiu um ponto de bloqueio sobre um ataque dos visitantes e abriu dois (10/8). O Sesi-SP dominou a parte final do set e venceu a parcial por 15/8 e o jogo por 3 sets a 2.

EQUIPES

SESI-SP – Marcelinho, Rafael, Lucarelli, Maurício Borges, Riad e Lucão. Líbero – Serginho
Entraram – Thiaguinho, Aracaju e Theo
Técnico – Marcos Pacheco

SADA CRUZEIRO – William, Wallace, Filipe, Leal, Éder e Isac. Líbero – Serginho
Entraram – Fernando, Douglas Cordeiro, P.V. Winters e Kadu
Técnico – Marcelo Mendez

Fonte: Vicente Condorelli
Foto: Alexandre Arruda/CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...