sábado, 13 de dezembro de 2014

SUPERLIGA MASCULINA 14/15: De virada, Minas comprova boa fase na Superliga Masculina e bate o Voleisul/Paquetá Esportes, por 3 sets a 2

De virada, Minas comprova boa fase na Superliga Masculina e bate o Voleisul/Paquetá Esportes, por 3 sets a 2
                                                           De virada, Minas vence o Voleisul/Paquetá Esportes, por 3 sets a 2
  
Pela quarta vez seguida, o Minas decidiu uma partida da Superliga Masculina de Vôlei no quinto set. Neste sábado, o time de Belo Horizonte bateu o Voleisul/Paquetá Esportes, de virada, por 3 sets a 2 (24/26, 16/25, 25/18, 25/15 e 15/13). O confronto, válido pela 11ª rodada da competição, foi realizado na Arena Mariana, na histórica cidade da região central de Minas Gerais. Os torcedores locais compareceram e empurraram a equipe minastenista à vitória.

Mais uma vez, o grande pontuador do jogo foi o cubando Yadrian Escobar. Em todo o jogo, o ponteiro fez 20 pontos, além de sacar com precisão e força, desestabilizando o time adversário. Porém, o maior destaque da partida foi o ponteiro João. Líder em quadra, comandou o time na virada sensacional. “Foi muito difícil, demos uma baixada nos primeiros sets, mas ouvimos bem o professor Nery. Ponto a ponto, conseguimos buscar o placar. Estava precisando de um jogo como esse, já que ainda estou voltando de lesão. Foi muito bem, ainda mais em Mariana, que tem um ginásio perfeito e a torcida comparece”, vibrou João, que ganhou o Troféu Viva Vôlei.

Com o resultado, o Minas, na quarta posição na tabela, chegou aos 20 pontos e abriu dois de vantagem sobre o Sesi-SP, que ainda entrará em quadra neste sábado, às 21h30, em São Paulo, diante do líder Sada Cruzeiro. Agora, na sequência da Superliga, o Minas enfrenta o Taubaté/Funvic, nesta quarta-feira, dia 17/12, às 21h, na Arena Minas Tênis Clube, pela primeira rodada do segundo turno.

O jogo

Apesar de partir na frente, a equipe de Belo Horizonte não conseguiu manter uma boa margem no placar. Os gaúchos, comandados pelo levantador Rafa, conseguiram se impor e, no fim, foram mais eficientes. O técnico Nery Tambeiro bem que tentou, fez algumas mudanças, mas que não foram capazes de impedir a vitória dos adversários no primeiro set. Com 12 pontos de ataque, o Voleisul/Paquetá Esportes fechou em 26/24.

Se no primeiro set houve equilíbrio, no segundo, o time gaúcho ganhou com facilidade. É certo que a vitória por larga vantagem ocorreu apenas após o segundo tempo técnico, quando placar mostrava 16/15 para o Voleisul/Paquetá Esportes. A partir daí, o Minas se descontrolou em quadra. Com pontos seguidos, a equipe do sul do país fechou sem maiores problemas. Nery ainda tentou alterar o time, entrou com Franco, Willian e Felipe, mas não conseguiu mudar o panorama do jogo. No fim, derrota minastenista: 25/16.

Quem imaginou que o Minas estava derrotado se enganou redondamente. O time de Belo Horizonte buscou forças, após a derrota nos dois primeiros sets, e voltou a jogar bem, como em todo o restante da Superliga. O cubano Escobar, um verdadeiro monstro no saque, desestabilizou os jogadores adversários. Com muita força e concentração, o time errou muito pouco e não deu chances ao Voleisul/Paquetá Esportes. Vitória tranquila do Minas: 25/18.

Com o apoio da torcida, que compareceu em número razoável à Arena Mariana, o Minas atropelou no quarto set. A cada parcial, a vitória era mais certa. O grande destaque foi o levantador Everaldo, que vibrava muito a cada ponto e ainda chamava a atenção dos companheiros em momentos de desatenção. Com categoria, distribuiu muito bem as bolas e ainda arriscou ataques precisos: 25/15.

O Minas foi bravo. O quinto set foi muito difícil, equilibrado, jogado com muita intensidade. O confronto foi decidido na última bola e a favor do time da casa. João tomou para si a responsabilidade e foi decisivo. A equipe de Belo Horizonte confirmou a boa fase e venceu com muita luta: 15/13.

Equipes:

Minas: Escobar, Flávio, João, Bruno Canuto, Otávio, Everaldo e Lucianinho (líbero). Entraram: Samuel, Felipe, Franco, Willian e Petrus. Técnico: Nery Tambeiro.

Voleisul/Paquetá Esportes: Rafa, Japa, Leandrão, Renan, Aureliano, Robinho e Satiro (líbero). Entraram: Rodrigo, Maurício e Denison. Técnico: Paulo Fernando Roese.

Bom caminho na Copa Brasil

A vitória foi muito importante para o Minas, pois deixou bem encaminhado o destino da equipe na Copa Brasil. Pelo regulamento da competição, os três primeiros colocados ao fim do primeiro turno da Superliga entram diretamente na segunda fase do torneio. O Vôlei Brasil Kirin está em terceiro lugar na classificação e, por ser a equipe sede da Copa Brasil, já está garantido na fase final. Assim, uma vaga se abre para o quarto colocado, neste momento, o Minas. A única chance de cair para a quinta posição é o Sesi-SP vencer o Sada Cruzeiro, às 21h30, por 3 sets a 0 ou 3 sets a 1. O confronto será realizado em São Paulo.

Fonte: Minas Tênis Clube
Foto: Orlando Bento
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...