terça-feira, 16 de dezembro de 2014

SUPERLIGA FEMININA 14/15:São Cristovão Saúde/São Caetano vence de virada Maranhão/Cemar pela Superliga

São Cristovão Saúde/São Caetano vence de virada Maranhão/Cemar pela Superliga


O São Cristovão Saúde/São Caetano conseguiu a segunda vitória consecutiva, nesta terça-feira, diante do Maranhão/Cemar por 3 sets 2, pela 11° rodada da Superliga Feminina de Vôlei 2014/2015, no Ginásio Lauro Gomes, em São Caetano do Sul.

O primeiro set começou com a equipe do técnico Hairton Cabral partindo para o ataque e abrindo 09 a 06 aproveitando erros de saque e contra ataques do adversário. O Maranhão reagiu 09 a 09, e passou a frente 16 a 11, o São Caetano buscou 18 a 17, mas as visitantes num ataque de Nikolle fecharam o set 25 a 20.

No segundo set, o time do ABC errava muitas recepções e saques e com isso as maranhenses abriram 12 a 05, as donas da casa buscaram com Sabrina, Saraelen e Mara 13 a 13, e a partir daí ficou ponto a ponto 14 a 14, mas novamente o São Caetano errava e num saque para fora o Maranhão fechou o set 25 a 19.

Perdendo por 2 sets a 0, o São Cristovão Saúde/São Caetano entrou de vez no jogo e reagiu abrindo 13 a 06, com a defesa bem postada com a líbero Silvana, ganhadora do troféu ‘Viva Vôlei’, e Mara nos bloqueios, o São Caetano fechou o terceiro set em 25 a 19, num erro de ataque.

Agora a partida estava 2 a 1, e o quarto set foi o mais dramático para o São Caetano que viu as visitantes abrirem 05 a 01 e um set muito disputado até o Maranhão chegar a 24 a 22. Joyce entrou para sacar e num ace 24 a 23, e um novo ace 24 a 24 e para alegria da torcida presente 26 a 24.

A partida foi para o tie-break e mais um set muito difícil, o São Caetano ficou na frente 08 a 04 com a levantadora Juma bem nos bloqueios, mas o Maranhão novamente buscou 14 a 14, 15 a 15 e Paula num ataque fechou o jogo 18 a 16.

“O time demorou a entrosar e entrar no clima do jogo, mas no terceiro set conseguimos empolgar o time que estava faltando isso e reagimos obtendo a virada”, completa Hairton Cabral.

“Foi um jogo muito disputado e no começo elas estavam bloqueando bem e não estávamos conseguindo passar, mas depois nossa defesa conseguiu encaixar e subimos todas as bolas. No tie-break conseguimos manter o equilíbrio e vencer a partida”, comemora a levantadora Juma.


Fonte e Foto: Assessoria de imprensa do São Cristovão Saúde/São Caetano
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...