segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

COPA BANCO DO BRASIL: Vôlei Canoas e Ziober Maringá vencem e seguem adiante na Copa Banco Do Brasil

 Vôlei Canoas e Ziober Maringá vencem e seguem adiante na Copa Banco do Brasil
  Jogadores do Vôlei Canoas comemoram vitória sobre o Sesi-SP
  
A segunda edição da Copa Banco do Brasil de Voleibol teve início nesta segunda-feira (22.12) com dois bons jogos pela primeira rodada da fase classificatória. Na partida de abertura, o Vôlei Canoas (RS) venceu o Sesi-SP por 3 sets a 1 (23/25, 25/18, 25/22 e 28/26), e o Ziober Maringá (PR) levou a melhor sobre o Voleisul/Paquetá Esportes (RS) por 3 sets a 1 (24/26, 25/17, 25/17 e 25/21).

No primeiro jogo da Copa Banco do Brasil, o Sesi-SP recebeu o Vôlei Canoas no ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo (SP), por ter terminado o primeiro turno da Superliga 14/15 em melhor posição. E o décimo colocado levou a melhor sobre o quinto ao vencer por 3 sets a 1.

Um dos destaques do time gaúcho foi o cubano Dennis. Com grande atuação, o cubano ajudou o Vôlei Canoas a assegurar a classificação.

“Estou muito feliz. Esse foi um resultado importante para o projeto do Canoas. Tem apenas uma semana que voltei aos treinamentos e conseguir essa vitória é muito especial. Jogamos bem, concentrados e com alegria durante toda a partida. Foi um jogo que sabíamos que seria complicado pela qualidade da equipe do Sesi-SP. A vitória foi o resultado de muito trabalho, além da união do grupo”, destacou Dennis.

O líbero Palotti teve a responsabilidade de substituir o experiente Jeffe e correspondeu. “Nós tivemos uma sequência ruim de jogos fora de casa pela Superliga, mas a equipe esta unida, independentemente de quem estiver em quadra. O nosso grupo está ficando muito forte e agora está na hora de colhermos os frutos”, disse Palotti.

O ponteiro Lucarelli também falou sobre a partida. “Nosso time falhou bastante, nosso saque não entrou bem, o bloqueio não funcionou e deixamos o Dennis marcar muitos pontos. Foi um pouco de deficiência tática do nosso time. Temos que aprender com isso, já que, infelizmente, a vitória ficou com o adversário”, comentou Lucarelli.

O técnico do Sesi-SP, Marcos Pacheco, lamentou o resultado indesejado pelo seu time. “Não estamos conseguindo ser um time equilibrado tanto na Superliga como na Copa Brasil. Hoje, tivemos chance de fazer diferente, em uma competição nova, e mantivemos a nossa rotina. Não conseguimos colocar pressão no Vôlei Canoas e eles foram melhores”.

No segundo jogo da primeira rodada, o Ziober Maringá (PR), sexto colocado, derrotou o Voleisul/Paquetá Esportes (RS), nono, em jogo realizado no ginásio Chico Neto, em Maringá (PR). A equipe da casa venceu por 3 sets a 1 (24/26, 25/17, 25/17 e 25/21).

Com dois jogadores fora por lesão, o ponta Hugo e o levantado Rafinha, a Voleisul/Paquetá Esportes teve como boa notícia a volta do ponta Bruno depois de três meses em recuperação de uma lesão no tornozelo. A partida também serviu para que o técnico Paulo Roese colocasse em quadra jovens jogadores, como o levantador Queda e o ponta Caetano. “Sabíamos que seria difícil, ainda mais sem dois jogadores. Ainda assim fizemos uma boa partida”, ressalta Roese.

O terceiro jogo pela primeira rodada, entre Montes Claros (MG), que ficou em sétimo, e UFJF (MG), oitavo, acontecerá no dia 4 de janeiro, às 18h, no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros (RS).

O JOGO

O Vôlei Canoas abriu o placar no erro de saque do adversário. Na sequência, o time da casa respondeu com o central Riad e o placar ficou em 1/1. O jogo seguiu equilibrado no início do set (3/3). A equipe gaúcha colocou dois de vantagem em 6/4. O Vôlei Canoas seguiu na frente e, com Lucarelli, o Sesi-SP chegou ao empate em 9/9. No ponto de saque de Tiago Barth, o grupo de Canoas voltou a abrir dois pontos (13/11) e o técnico Pacheco pediu tempo. Na volta, o central conseguiu mais um ponto neste fundamento. A vantagem do Vôlei Canoas esteve em três pontos em 17/14. O Sesi-SP encostou em 20/19. E foi com Lucão que o time da casa virou o placar em 23/22. Na sequência, melhor para o Sesi-SP, que fechou em 25/23.

O Vôlei Canoas voltou firme para o segundo set e abriu 3/1. Assim como no set anterior, o time visitante seguiu no comando do placar durante todo o início e fez 8/6. A diferença no marcador aumentou ainda mais em 10/6. O Sesi-SP reduziu e a vantagem gaúcha esteve em apenas dois pontos no segundo tempo técnico (16/14). Só que o Vôlei Canoas voltou a pontuar bem e, na diagonal de Quiroga, chegou a 19/14. A equipe visitante impôs um forte ritmo e venceu o set por 25/18.

O Sesi-SP começou com o oposto Rafael no time titular e foi com ele que o time da casa chegou ao empate em 4/4. O Vôlei Canoas esteve em vantagem no primeiro tempo técnico (8/6), mas, no ataque de Lucarelli e no bloqueio de Marcelinho, o Sesi-SP deixou tudo igual em 8/8. No ace de Lucarelli, o time da casa assumiu o comando do marcador. As equipes passaram a trocar pontos e, no bloqueio de Dennis, o Canoas fez 12/10. A vantagem gaúcha esteve em quatro pontos (16/12). No bom saque de Lucarelli, o time paulista reduziu a diferença: 18/16. Contando com erros do adversário, o Vôlei Canoas fez 22/17. Em boa sequência de Marcelinho no saque, o Sesi-SP encostou em 22/21. Mas o time visitante fechou em 25/22.

O quarto set começou mais uma vez com equilíbrio, com o empate em 4/4. No ace de Gustavo, o Vôlei Canoas fez 7/5. Com bom desempenho no saque, o time visitante fez 12/8 e forçou o técnico Marcos Pacheco a pedir tempo. A equipe gaúcha se manteve no comando do marcador (15/13) e, depois, em 18/16. Quando o Vôlei Canoas fez 21/18, o técnico do Sesi-SP fez mais um pedido de tempo. Com o oposto Dennis inspirado, o grupo gaúcho seguiu melhor. Com dois pontos de Rafael, o Sesi-SP encostou em 23/22, e Marcos Miranda parou o jogo. No bom saque de Lucarelli, o Sesi-SP chegou ao empate (24/24). Com ponto de saque de Lucão, o Sesi-SP fez 26/25. Após equilíbrio, o Vôlei Canoas fechou em 28/26.

EQUIPES

SESI-SP – Marcelinho, Theo, Riad, Lucão, Lucarelli e Maurício Borges. Líbero – Serginho
Entraram – Thiaguinho, Rafael, Douglas, Leandro Aracaju
Técnico: Marcos Pacheco

VÔLEI CANOAS – Evandro, Dennis, Gustavo, Tiago Barth, Quiroga e Alê. Líbero – Palotti
Entraram – Paulo Renan, Jardel
Técnico: Marcos Miranda 
 Segunda rodada

A segunda rodada da fase de classificação acontecerá no dia 14 de janeiro, com Sada Cruzeiro (MG), líder, contra o vencedor de Montes Claros x UFJF, às 20h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG). O segundo colocado, Taubaté/Funvic (SP), também jogará em casa, no Abaeté, em Taubaté (SP), às 20h, contra o time que levar a melhor na partida entre Ziober Maringá x Voleisul/Paquetá Esportes. E, às 19h30, o Minas Tênis Clube (MG), que terminou o turno da Superliga em quarto lugar, receberá o vencedor de Sesi-SP x Vôlei Canoas para o jogo que será realizado na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG).

O Brasil Kirin (SP), terceiro colocado na primeira fase da Superliga, entrará em ação apenas na semifinal por ser sede da fase final da Copa Banco do Brasil. Os outros três semifinalistas se reunirão aos donos da casa no ginásio do Taquaral, em Campinas (SP), no dia 22 de janeiro. A grande final será no dia 24, às 21h30.

Fonte: Divulgação CBV
Foto:  Alexandre Arruda/CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...