terça-feira, 4 de novembro de 2014

TEMPORADA 2014/14: Brasília Vôlei volta aos treinos e foca na estreia da Superliga Feminina

Brasília Vôlei volta aos treinos e foca na estreia da Superliga Feminina

Após os jogos amistosos contra o Rexona/Ades no Rio de Janeiro, o Brasília Vôlei voltou aos treinos na tarde desta segunda-feira (03), no Ginásio do Sesi, em Taguatinga. Desfalcado da ponteira Érika Coimbra, o Brasília Vôlei realizou trabalhos físicos e táticos.

O técnico Sergio Negrão avaliou os três amistosos como muito positivos. “Tivemos um adversário muito difícil e o nosso time reagiu bem, jogando de igual para igual. Elas [as adversárias] demonstraram uma qualidade muito melhor que a gente”, conta.

Já a central Roberta diz que gostou muito dos amistosos e afirma que o time está em franco crescimento. “Os amistosos foram muito bons e serviram para avaliar como nosso time está. O Brasília Vôlei está pronto para a estreia contra o São Bernardo Vôlei e está avançando cada vez mais”, ressalta.

Para a levantadora Pri Heldes, a ansiedade não pode ser vilã na estreia diante do São Bernardo Vôlei. “A nossa defesa melhorou e estamos com um volume de jogo melhor. Espero começar bem na estreia e não vamos deixar a ansiedade atrapalhar o nosso desempenho para conquistarmos a vitória”, afirma.

“Acho que o duelo contra o São Bernardo será um jogo difícil por um aspecto: ritmo de jogo. Elas estão muito acima da gente, mas se tivermos tranquilidade e controlarmos os nervos, acho que poderemos ter um bom resultado”, completa o técnico Sérgio Negrão.

Preocupação para a estreia
A ponteira Érika Coimbra atuou em dois sets do primeiro amistoso e acabou deixando a partida por ter sentido a panturrilha. A jogadora explicou o que aconteceu: “Como a Superliga está próxima, acabei descobrindo que a lesão está sendo causada por uma tendinite, próximo ao joelho. Agora, vamos fazer alguns exames pra ver o que pode ser feito”, conta.

A atleta, de 30 anos, garante que vai fazer de tudo para participar da estreia diante do São Bernardo Vôlei: “Se conseguirmos dar uma continuidade no tratamento, a gente espera melhorar até o dia 11 pra poder estrear na competição”, diz.

Contudo, caso a ponteira não esteja a disposição, Sérgio Negrão já tem uma solução para a posição. “A Érika me preocupa para a estreia. Vamos ver a avaliação dos médicos e, dependendo da situação, devo colocar a Paula e a Michelle nas pontas”, ressalta Sérgio.

Fonte: Ponto Marketing Esportivo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...