quarta-feira, 19 de novembro de 2014

SUPERLIGA FEMININA 14/15:Jaqueline é apresentada ao Camponesa Minas

Jaqueline é apresentada ao Camponesa Minas
Jaque foi apresentada nesta quarta-feira 

Na tarde desta quarta-feira, 19, Jaqueline, ponteira bicampeã olímpica pela seleção brasileira, foi apresentada ao Camponesa Minas para torcedores e imprensa, na Arena Vivo Minas Tênis Clube. Em sua apresentação, Jaque não escondeu sua emoção ao conhecer pessoalmente o presidente do clube, que se empenhou e muito para que sua contratação tivesse sucesso. Com os olhos marejados, Jaque agradeceu ao presidente Luiz Gustavo Lage, dizendo: “Agradeço o carinho e por tudo que vocês têm feito por mim. Sou chorona mesmo. A estrutura é maravilhosa e vocês, como seres humanos, viram o que eu estava passando e me ajudaram. Muito obrigada pelo carinho por mim e pela minha família. Agradeço de coração e espero retribuir ajudando dentro de quadra e também as categorias de base. Espero que eu consiga ajudar da melhor maneira possível. Parabéns pelo projeto que vocês têm feito. Obrigada a cada um de vocês aqui, desde quem limpa a quadra até o presidente”.

Por sua vez, o presidente mesatenista agradeceu dizendo: “Do fundo do meu coração, agradeço aos nossos parceiros, que acreditaram no nosso projeto, Camponesa e Les Chemises, e também à mídia, que é essencial para divulgar nosso esporte. A Jaque é uma atleta que tem muita vontade de vencer e, pelo pouco contato que tive com ela, já deu para ver como ela é. Acredito que vamos ter muito sucesso nessa parceria e ganhar vai ser consequência do bom trabalho desenvolvido”

A seguir, trechos da entrevista de Jaque durante sua apresentação:

Proposta do Minas

“É tudo muito novo, estou super empolgada para que eu comece a jogar logo. Estou muito feliz. O que me fez aceitar a proposta foi, primeiramente, a estrutura. Eu senti firmeza no Clube e nas pessoas, que queriam muito que eu participasse desse projeto. Estou vendo o carinho que estou recebendo e espero retribuir da melhor maneira possível”.

Camponesa/Minas

“É um projeto muito forte, que está priorizando a categoria de base. Isso ajuda muito a categoria de base a crescer, o que é super importante para o nosso voleibol. Trazendo jogadoras mais experiente, acho que vai dar um up, para que essas jogadoras possam crescer e aprender um pouco mais. Fico feliz em poder passar nos corredores e tirar uma foto, dar um autógrafo para os atletas mais novos. Vejo o Minas como um projeto muito grande”.

Período sem jogar e nova fase

“Tenho uma família maravilhosa, tenho um filho lindo e pude aproveitar os melhores momentos do crescimento dele, estando sem jogar, mas eu sabia que eu voltaria. Foi tudo muito rápido. No último jogo com a Seleção, eu fiquei emocionada, mas eu sabia que voltaria a jogar. Quando o Minas me ligou falando do interesse, não pensei duas vezes, aceitei de coração. Vejo que aqui é como uma família, estão todos me recebendo de braços abertos. Está sendo um momento muito especial. Nunca tive uma receptividade tão maravilhosa como estou tendo aqui. Com isso, esqueço tudo aquilo que já passei. Sou uma nova mulher, em uma nova casa e em uma nova vida. Espero ajudar a equipe, somar e, o mais importante, trazer títulos. Agradeço muito à torcida, pelo carinho diário. É surpreendente e mágico”.

Walewska e Carol Gattaz

“A Walewska eu admiro e respeito muito. Era uma jogadora que era a nossa líder na Seleção e também joguei com ela na Espanha. Com a Carol eu joguei no Osasco. Conheço muito bem elas e espero que, juntas, possamos ajudar ao nosso grupo”.

Ranqueamento da CBV

“Espero que acabe (o ranqueamento), porque, se eu passei por essa dificuldade, sendo jogadora da Seleção Brasileira, imagino que muitos outros jogadores  estão tendo que ir embora, porque não conseguem jogar no Brasil. Mas aprendi muito com isso e levo de lição que nunca estamos seguras de nada”.


Fonte: Minas Tênis Clube
Foto: Orlando Bento
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...