sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Após boa vitória do SESI na estreia da Superliga, Bia acredita que time superou eliminação no Paulista

Após boa vitória do SESI na estreia na Superliga, Bia acredita que time superou eliminação no Paulista
Jovem central da equipe paulista, Ana Beatriz afirma que eliminação no estadual já foi superada e o time das indústrias vence São José por 3 sets a 0

Em sua partida de estreia na Superliga de Vôlei 2014/2015, uma das principais equipes da atualidade, mesclando experiência com juventude, o Sesi-SP venceu a equipe do São José dos Campos fora de casa, por 3 sets a 0, mostrando que vem forte em busca do título inédito da competição, com destaque para Monique Pavão (18 pts.) e para a jovem central Ana Beatriz, que marcou 12 pontos, entre a eficiência no bloqueio e a força no ataque.

Apesar de a temporada não ter começado bem para a equipe paulista, após serem eliminadas na semifinal do estadual para a equipe do São Cristovão Saúde/São Caetano, a central Bia, 22 anos, uma das grandes promessas do vôlei nacional que tem passagem pela seleção adulta, acredita que a expectativa para a competição é a melhor possível, com o time treinando muito forte e com foco na Superliga desde quando acabou o Paulista. Mesmo com o resultado negativo, Bia sabe que o time não pode ficar lamentando a derrota, pois isso já ficou para trás e de forma nenhuma irá atrapalhar os planos no Nacional. 

A central tem razões de sobra para estar confiante, afinal, desde que a equipe foi criada, há 3 anos, vem chegando longe nas competições que tem disputado, inclusive na principal competição nacional, quando foram vice campeãs na última temporada, perdendo para o Unilever/Rio de Janeiro. “Não existe receita para ótimos resultados, nós conquistamos isso no nosso dia a dia com muito treino e muito foco em cada partida”, diz Ana Beatriz. Por isso, ela acredita que em uma competição tão difícil e disputada como a Superliga, perder ou ganhar faz parte do jogo, porém ressalta: “precisamos jogar 100% do nosso vôlei todos os jogos, independente do adversário. A derrota pode até vir, mas temos que ter jogado o nosso melhor e não abaixo do que podemos”, completa Bia.

Finalizando, a atleta acredita que a cada ano que passa, a competição vem se tornando mais difícil e equilibrada, o que complica para quem serão as oito classificadas para a segunda fase. “Todo ano tem sempre surpresas e acredito que esse ano não será diferente”, completa a central.

Ana Beatriz entra em quadra pelo Sesi-SP na próxima sexta-feira, às 20h, no Ginásio do Sesi, na Vila Leopoldina, zona oeste de São Paulo, diante da equipe do Maranhão, pela segunda rodada da Superliga de Vôlei 2014/2015.

Fonte/foto: Innovate Sports
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...