sexta-feira, 10 de outubro de 2014

SUL-AMERICANO SUB-22 MASCULINO: Com bom saque, Brasil bate a Colômbia no Sul-Americano Sub-22

 Com bom saque, Brasil bate a Colômbia no Sul-Americano Sub-22
Alan marcou 11 vezes na partida contra os colombianos

A terceira rodada do Sul-Americano Sub-22 masculino, realizado em Saquarema (RJ), teve nova vitória dos anfitriões, que continuam invictos. Nesta sexta-feira (10.10), a seleção brasileira venceu a Colômbia por 3 sets a 0 (25/17, 25/11 e 25/15), em 1h14, e segue na luta pelo título da competição e de uma vaga no mundial da categoria em 2015. Com 17 acertos no jogo, o ponteiro Douglas Souza foi o maior pontuador.

Na partida, o Brasil conseguiu encaixar bem o saque desde o começo, dificultado o passe colombiano e deixando os adversários em dificuldade para virar bolas. Com a ajuda do bloqueio, a defesa verde e amarela pode ter maior volume e preparar os contra-ataques que deixaram o time da casa no comando do placar o tempo todo. O técnico Rubinho avaliou o desempenho do time brasileiro ao fim do confronto.

“Hoje nosso saque foi mais agressivo, surtiu efeito e com baixo volume de erro. Com isso geramos muitos contra-ataques, o bloqueio funcionou, tocava nas bolas, dando a oportunidade de defesa. Imprimimos um ritmo forte, que é sempre um de nossos objetivos e vamos precisar disso daqui para frente”, comentou Rubinho que pode rodar o time todo ao longo do jogo.

Com a eficiência do sistema de saque e bloqueio, o líbero Rogerinho, que é o principal responsável pela defesa, teve parte do trabalho facilitado. Para o jogador seu papel no duelo contra os colombianos foi mais de apoiador que defensor.

“O nosso saque estava muito bom, as bolas voltavam, de certa forma, de graça. Foi bom para o nosso contra-ataque. Meu trabalho foi muito mais um apoio de bola que defesa propriamente. Nossa atuação foi bem bacana”, disse Rogerinho.

O Brasil fez ao todo 75 pontos, sendo sete deles em saque, oito em bloqueio e 44 em ataques. Com 11 anotados, o oposto Alan também comentou sobre a atuação da equipe no serviço e na eficiência dos contra-ataques.

“Conseguimos usar nosso saque taticamente. Ajeitamos o nosso bloqueio, que é muito bom e têm pontuado nas partidas deste Sul-Americano. O que nos deu boas oportunidades de contra-ataque, que conseguimos converter”, contou o jogador que em 2013 foi campeão mundial Sub-23 em Uberlândia (MG).

Na primeira partida do dia o Chile venceu o Paraguai por 3 sets a 0 (25/13, 25/13 e 25/9). Encerrando a rodada a Argentina enfrenta o Uruguai às 18h. O Brasil volta à quadra nesta sábado (11.10), às 18h (horário de Brasília), contra os paraguaios.

Fonte: Rogério Lauback
Foto: Alexandre Arruda
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...