sexta-feira, 10 de outubro de 2014

CAMPEONATO MUNDIAL FEMININO 2014: Camila Brait se destaca e vira “peça-chave” no Mundial da Itália

Camila Brait se destaca e vira “peça-chave” no Mundial da Itália 
Camila realiza uma difícil defesa no confronto contra a República Dominicana 

A mineira de 1,69cm Camila Brait tornou-se titular no meio do ano após a bicampeã olímpica Fabi anunciar sua aposentadoria da seleção brasileira e de lá para cá, Camila ajudou a seleção a conquistar o 10º título do Grand Prix e individualmente terminou em segundo nas estatísticas de defesa. No Mundial que está sendo disputado na Itália a jogadora do Osasco segue crescendo e ganhando moral com a comissão técnica e com as companheiras. 

Antes da estreia na segunda fase na última semana, Camila disse: “- A minha importância nessa segunda fase vai ser na defesa. Os times que a gente vai enfrentar agora são todos muito altos e jogam com o passe na mão. Então, se a defesa ajudar, começa a irritar os adversários, e elas começam a errar. O meu papel vai ser fundamental nessa fase” – disse Camila Brait.

A conquista do Grand Prix deu a Camila a confiança de que ela precisava. Agora ela se sente mais solta para ajudar a seleção a conquistar o inédito título mundial.

- O Grand Prix serviu de preparação para eu chegar bem como titular no Mundial. Cada vez estou criando mais confiança e, com os resultados, vou criando ainda mais. A Fabi é uma jogadora insubstituível. Ela é guerreira, é exemplo de liderança e dedicação. Mas estou tentando fazer da melhor maneira possível a saída dela, para ficar bem natural” – disse a jogadora, que esteve no Mundial de 2010 como reserva.

No início do Mundial da Itália, já na segunda partida, contra Camarões, Zé Roberto optou por colocar todas as reservas, porém, Camila foi a única titular que atuou. Na partida contra a Turquia que a seleção brasileira passou sufoco e venceu por 3 x 2, Camila Brait teve muitas dificuldades em pegar algumas bolas, mas contra a Sérvia se superou, fez defesas incríveis e foi determinante para a vitória brasileira.

Camila está sempre sorrindo, com ela não tem tempo ruim, mas o jeitinho meigo muitas vezes dificulta sua liderança dentro de quadra, o que Brait está tentando fazer à sua maneira.

- Acho que estou melhorando. Daqui a pouco chego lá. Eu tenho falado muito mais com as meninas. Elas têm me dado uma liberdade muito grande. Isso é importante. Estou falando mais, cobrando mais, mas, até o fim do campeonato, vou melhorar mais ainda em relação a isso” - garantiu.

Mesmo sendo “promovida” a titular neste ano de 2014, Brait está com a seleção desde 2009, sempre reserva de Fabi. E mesmo depois de 5 anos juntas a integração com as outras meninas é tão bom que tem espaço para brincadeiras. 

- Para a média da estatura brasileira, eu sou alta. Acho que é 1,62m. Eu tenho 1,69m. Mas, perto das meninas, parece que eu tenho um metro só. Elas são muito altas. Já estou acostumada com as brincadeiras” – comentou, entre risadas, a líbero. 

Fonte: GloboEsporte.com
Foto: Divulgação FIVB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...