sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Mercado da Bola: Reforço do Camponesa/Minas, Carol Gattaz promete empenho para colocar equipe entre as melhores da Superliga

Reforço do Camponesa/Minas,Carol Gattaz promete empenho para colocar equipe entre as melhores da Superliga
Carol Gattaz foi apresentada oficialmente nesta sexta-feira 

A experiente central Carol Gattaz foi apresentada oficialmente pela Camponesa/Minas na manhã desta sexta-feira. A atleta atendeu a imprensa na quadra 3 do Centro de Treinamento JK. A contratação da jogadora foi confirmada na última terça-feira. Desde então, Gattaz treina com o restante do elenco sob os cuidados de Marco Queiroga, técnico da equipe.

Ainda conhecendo o ambiente e o grupo de trabalho, Gattaz prometeu muito empenho e dedicação para colocar a Camponesa/Minas entre os melhores time da Superliga feminina 2014/15. “A Camponesa/Minas deu um grande passo, que foi ter um patrocinador que acredita no vôlei feminino. Sabemos que a temporada passada foi complicada para o Clube. Este ano, temos uma equipe mais forte e experiente. Espero que eu e a Walewska consigamos passar um pouco da nossa experiência para as meninas mais novas. Queremos levar a Camponesa/Minas até as melhores colocações da Superliga”, declarou.

Com 33 anos, Carol é paulista e já conquistou vários títulos com a camisa da seleção brasileira. Foi cinco vezes campeã do Grand Prix e medalhista de prata nos mundiais de 2006 e 2010. Em clubes brasileiros, atuou por São Caetano, Rexona, Osasco, Unilever, Vôlei Futuro e Vôlei Amil. Já na Itália, passou uma temporada no Monte Schiavo Jesi. Além dos títulos representando o Brasil, Gattaz conquistou três edições da Superliga, em 2004/2005, pelo Finasa Osasco, em 2008/2009, pelo Rexona, e em 2010/2011, no Unilever.

Com o currículo recheado de títulos e passagens por diversas equipes, a central revelou que já trabalhou com algumas atletas do atual grupo da Camponesa/Minas. Segundo a Gattaz, as meninas do elenco possuem bastante potencial para ser lapidado com muito trabalho. “Já conhecia a Lia, a Ju Nogueira e a Gabriela Martins. As outras meninas ainda não tinha jogado, mas já conhecia de outros clubes. São meninas novas, mas que no pouco tempo de contato que tive com elas vi muita qualidade. Falta um pouco mais de treinamento e tempo de estrada para pegar experiência. Tenho certeza que este time vai longe”, disse.

Logo que chegou, Carol Gattaz já iniciou as atividades com o elenco. A atleta afirmou que os primeiros treinos foram produtivos. De acordo, com a jogadora, que estava parada desde o fim do Vôlei Amil, seu último time, o técnico Marco Queiroga compreende a falta de ritmo e encaixa a meio-de-rede aos poucos nos treinos. “Os primeiros dias de treinamentos estão tranquilos. Eu fiquei muito tempo parada. Desde que acabou a Superliga, eu não tinha contato com bola, mas estava me preparando. Está sendo muito tranquilo para mim. O Queiroga entende meu momento e me coloca aos poucos. Fui muito bem recebida por todas do elenco”, comentou.

Companheira dentro e fora de quadra

Na Camponesa/Minas, Carol Gattaz terá a oportunidade de reencontrar a central Walewska, amiga e parceira de longa data. Gattaz não esconde a admiração que nutre pela colega de equipe, com quem já atuou junto em outras quatro oportunidades.

“Sou fã da Walewska. Já joguei com ela em várias temporadas. Ela é um exemplo para mim, uma grande profissional. Saber que ela estava aqui, me deu mais motivação. A chegada dela mostra que o time está investindo e pensando grande”, confessou.


Fonte: Divulgação Minas Tênis Clube
Fotos: Ignácio Costa/Minas
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...