terça-feira, 23 de setembro de 2014

CAMPEONATO MUNDIAL FEMININO DE VÔLEI 2014: Brasil vence a Bulgária na estreia no Campeonato Mundial

Brasil vence a Bulgária na estreia no Campeonato Mundial
 Brasil comemora a vitória sobre a Bulgária

A seleção brasileira feminina de vôlei estreou com vitória no Campeonato Mundial. Nessa terça-feira (23.09), o Brasil venceu a Bulgária por 3 sets a 0 (25/19, 25/22 e 25/16), no Palatrieste, em Trieste, na Itália. Brasileiras e búlgaras estão no grupo B que ainda tem Canadá, Camarões, Turquia e Sérvia. O time verde e amarelo luta por um titulo inédito.

Pelo grupo das brasileiras, o Canadá venceu Camarões por 3 sets a 1 e a Sérvia superou a Turquia pelo mesmo placar.

O próximo desafio do Brasil na competição será Camarões. As brasileiras duelarão com as camaronesas às 12h (horário de Brasília) dessa quarta-feira (24.09) com transmissão ao vivo do SporTV.

A oposto Sheilla foi a maior pontuadora do confronto, com 15 pontos. A central Fabiana, com 13, e a ponteira Jaqueline, com 12, também pontuaram bem. Pelo lado da Bulgária as ponteiras Vasileva e Rabadzhieva marcaram 14 pontos cada.

A bicampeã olímpica Sheilla comentou a atuação do Brasil na vitória sobre a Bulgária e dedicou o resultado positivo para a sua avó Terezinha, a aniversariante do dia.

"Essa vitória por 3 sets a 0 e os três pontos foram muito importantes. Demos uma desconcentrada no segundo set, mas no geral, a equipe se portou bem. Conseguimos manter nosso ritmo e sacamos com eficiência. Dedico essa vitória para minha avó Terezinha que sempre me apoiou durante toda a minha carreira", disse Sheilla.

A central Fabiana falou sobre a dificuldade das adversárias do grupo do time verde e amarelo.

"Começamos um pouco ansiosas por ser uma estreia, no entanto, logo depois, conseguimos impor nosso ritmo, principalmente no terceiro set. Estamos em um grupo difícil e não tem jogo fácil nesse Mundial" , analisou Fabiana.

O treinador José Roberto Guimarães fez uma análise da primeira partida das brasileiras no Mundial da Itália.

"Poderíamos ter jogado um pouco melhor no segundo set quando deixamos a Bulgária equilibrar o jogo por termos cometido alguns erros bobos. No entanto, para uma estreia e com o nervosismo envolvido, além de um adversário difícil, foi uma boa partida. O time se comportou bem e a nossa defesa funcionou. Fizemos também oito pontos de saque, o que é efetivo, portanto estou feliz", garantiu José Roberto Guimarães.

O JOGO

Com um ace, a ponteira Jaqueline fez o primeiro ponto da partida. As brasileiras começaram melhores e, numa largada da oposto Sheilla, fizeram 9/4. Bem no ataque e no saque, o time verde e amarelo abriu seis pontos (16/10). Com um erro das búlgaras, as atuais campeãs olímpicas fizeram 21/17. O Brasil seguiu melhor até o final e fechou a primeira parcial por 25/19.

A Bulgária voltou melhor para o segundo set e fez 3/1. Com Fabiana bem no ataque, as brasileiras viraram o placar e abriram dois (6/4). O técnico da Bulgária pediu tempo. A parada fez bem ao time búlgaro que virou o marcador (9/8). Com três pontos seguidos de bloqueio, a equipe verde e amarela voltou a abrir no placar (11/9). No segundo tempo técnico, o grupo comandado pelo treinador José Roberto Guimarães tinha três de vantagem (16/13). Com uma boa sequência de saques, o time europeu empatou (18/18). O final da parcial foi equilibrado, mas o Brasil foi melhor nos momentos decisivos e venceu o segundo set por 25/22.

Bem no saque e no bloqueio, o Brasil fez 5/1 no início do terceiro set. Com uma boa sequência de saques da ponteira Fê Garay, o time verde e amarelo abriu sete (10/3). As brasileiras foram para o segundo tempo técnico com seis de vantagem (16/10). As atuais campeãs olímpicas seguiram melhores até o final e venceram o terceiro set por 25/16.

EQUIPES

BRASIL – Dani Lins, Sheilla, Jaqueline, Fê Garay, Jaqueline, Fabiana e Thaísa. Líbero – Camila Brait
Entraram – Fabíola, Tandara, Gabi e Natália
Técnico: José Roberto Guimarães

BULGÁRIA – Kitipova, Rabadzhieva, Ruseva, Vasileva, Filipova e Nikolova. Líbero – Filipova
Entraram –Koleva, Nenova e Dimitrova
Técnico:Vladimir Kuzyutkin

Fonte: Vicente Condorelli – CBV
Foto: Divulgação FIVB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...