domingo, 21 de setembro de 2014

CAMPEONATO MUNDIAL DE VÔLEI MASCULINO 2014: Polônia vence o Brasil de virada e conquista o Campeonato Mundial 2014

Polônia vence o Brasil de virada e conquista o Campeonato Mundial 2014
 Seleção Polonesa comemora o titulo do Campeonato Mundial 2014

Não deu para o Brasil, no dia em que poderia celebrar o inédito tetracampeonato mundial, a Seleção Brasileira masculina de vôlei encontrou pelo caminho uma forte e animada Polônia. Atuando dentro de casa e incentivada por uma abarrotada Spodek Arena, em Katowice, o selecionado europeu  venceu o Brasil de virada por 3 sets a 1, parciais de 18/25, 25/22, 25/23 e 25/22 e conquistou o titulo do Campeonato Mundial 2014.
  
O JOGO

Sidão abriu o placar do jogo. O placar seguiu equilibrado. No bloqueio, o Brasil colocou dois de vantagem: 5/3. Com dois pontos consecutivos de Lucarelli, a seleção brasileira ainda fez 8/4. Na volta do tempo técnico, o Brasil bloqueou e aumentou a diferença no marcador para 9/4. A equipe de Bernardinho chegou a cinco em 13/8. A Polônia marcou dois pontos seguidos e o Brasil pediu tempo. No bloqueio de Lucão, 16/11 para a equipe verde e amarela. Com mais dois pontos seguidos neste fundamento, a seleção brasileira chegou a 18/11 e os poloneses pediram tempo. Mas o Brasil seguiu no domínio do set e chegou a 23/16. No final, melhor para a seleção brasileira: 25/18.

A seleção polonesa começou melhor o segundo set e fez 2/0. Na sequência, o time da casa chegou a três de vantagem em 4/1. No bloqueio de Murilo, o Brasil encostou: 6/5. E, com Lucarelli, a equipe verde e amarela chegou ao empate em sete pontos. A Polônia, então, voltou a abrir e, quando fez 10/7, Bernardinho parou o jogo. Os donos da casa ainda marcaram mais um e aumentaram a diferença. A Polônia manteve o bom momento e chegou a 14/9. A vantagem da casa chegou a seis pontos em 17/11. O Brasil reagiu, em boa passagem de Bruno pelo saque fez três pontos seguidos (17/14), e foi a vez da Polônia pedir tempo. Na volta, no ponto de saque do levantador, 17/15. E, com bloqueio de Lucão, 17/16. Mais um tempo dos poloneses. Após grande reação, e ainda com Bruninho no saque, o time brasileiro chegou ao empate em 17 pontos. O placar esteve igual novamente em 19/19. Mas a seleção da casa voltou a assumir o comando do set e fez 22/20. Na sequência, a Polônia fechou em 25/22.

O início da terceira parcial foi de equilíbrio, com as equipes empatadas em 3/3 e, depois em 6/6. A Polônia teve vantagem no primeiro tempo técnico: 8/7. Com Wallace pela saída de rede, o Brasil chegou a mais um empate (11/11). O set seguiu bem disputado e igual para as duas equipes. Um novo empate em 16 pontos mostrava o equilíbrio do jogo. Quando os poloneses abriram dois de vantagem (18/16), o Brasil pediu tempo. A equipe brasileira, então, reagiu e deixou tudo igual mais uma vez: 19/19. Mas a seleção da casa voltou a abrir vantagem (21/19) e Bernardinho parou o jogo. A reta final do set foi bastante disputada e, no erro do adversário, o Brasil chegou a um novo empate: 23/23. Mas a Polônia fechou em 25/23.

A seleção brasileira esteve a frente logo no começo do set (2/1). Depois, mantendo o ritmo do jogo, as equipes empataram em 5/5. O Brasil assumiu o comando do marcador em 7/6. Mas a Polônia voltou a pontuar e fez 10/9. No ponto direto de saque, chegou a 11/9. Depois de bom saque de Wallace, a seleção brasileira fez 12/12. Embalado pela torcida, o time da casa voltou a colocar dois de vantagem em 15/13, mas, mesmo assim, o Brasil conseguiu deixar tudo igual novamente (15/15). No bloqueio, a equipe verde e amarela passou a frente: 17/16. Com Lucão no bloqueio, a seleção brasileira fez 19/17 e forçou a Polônia a pedir tempo. Em boa sequência de Lipe no saque, o Brasil chegou a 20/17. Mas a Polônia passou a frente em 22/21. No final, vitória por 25/22.

EQUIPES

BRASIL – Bruno, Wallace, Lucão, Sidão, Lucarelli e Murilo. Líbero – Mário Jr. e Felipe
Entraram – Lipe, Vissotto, Raphael
Técnico: Bernardinho

POLÔNIA – Nowakowski, Winiarski, Klos, Wlazly, Drzyzga e Mika. Líbero – Zatorski
Entraram – Konarski, Zagumny, Kubiak
Técnico: Stephane Antiga
  
Fonte: CBV - Terra
Foto: Divulgação FIVB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...