sábado, 20 de setembro de 2014

CAMPEONATO MUNDIAL DE VÔLEI MASCULINO 2014: Brasil vence a França no tie-break e disputa quarta final consecutiva do Mundial

Brasil vence a França no tie-break e disputa quarta final consecutiva do Mundial 
Brasil espera o vencedor de Polônia e Alemanha na grande final de amanhã

A seleção brasileira masculina de vôlei conquistou, pela quarta vez consecutiva, uma vaga na decisão de um mundial. Neste sábado (20.09), a equipe comandada pelo técnico Bernardinho precisou de cinco sets para bater a França na semifinal (25/18, 23/25, 25/23, 22/25 e 15/12), em uma partida eletrizante realizada na Spodek Arena, em Katowice, na Polônia.

A seleção verde e amarela passou nove jogos sem perder. Na primeira fase, venceu a Alemanha, a Tunísia e a Finlândia, por 3 sets a 0, a Coréia do Sul por 3 a 2, e a seleção de Cuba, por 3 a 1. Já na segunda etapa do Mundial, a equipe verde e amarela bateu Bulgária, China e Canadá, por 3 sets a 0, e a Rússia, por 3 a 1. Na estreia da terceira fase, o Brasil acabou superado pela Polônia, por 3 sets a 2, e, depois, bateu novamente os russos, dessa vez, por 3 a 0.

O JOGO

O Brasil abriu o placar com ponto de bloqueio. As equipes trocaram pontos no início do set (2/2). Com Wallace, a seleção verde e amarela abriu três de vantagem: 6/3. E foi com bloqueio de Murilo que a equipe brasileira fez 8/4 no primeiro tempo técnico. No bloqueio de Sidão, o Brasil fez 12/6 e forçou a França a pedir tempo. Na volta, mais um bloqueio, dessa vez de Lucarelli, e o placar foi para 13/6. Na segunda parada técnica, o time de Bernardinho vencia por 16/9. Depois de uma bola bastante disputada, o Brasil pontuou com Lucão e chegou a 18/10. Os franceses, então, reagiram e diminuíram a vantagem para 22/17. Mas a seleção brasileira não permitiu o crescimento do adversário e fechou em 25/18.

A França não se abateu com o resultado na parcial anterior e fez 5/3 no início do segundo set. Dessa vez, o time adversário esteve na frente no primeiro tempo técnico (8/6). Empolgada, a seleção francesa manteve o bom aproveitamento no ataque e, quando marcou 10/6, Bernardinho pediu tempo. Com ponto de bloqueio, a França ainda chegou a 13/7. A partir deste momento, foi a vez do Brasil reagir e, quando aproximou no placar (14/11), o adversário parou o jogo. O set seguiu equilibrado, com pequena vantagem para a França em 18/16. Quando os franceses fizeram 20/16, Bernardinho pediu tempo. Lipe entrou para sacar e conseguiu dois pontos seguidos neste fundamento: 20/19. E, com Lucarelli, o Brasil chegou ao empate em 22 pontos. A reta final foi equilibrada e a França fechou em 25/23.

Os franceses fizeram 2/0 no terceiro set, mas a seleção brasileira empatou em 2/2. O primeiro tempo técnico foi favorável a seleção francesa, que fez 8/7. No bloqueio de Sidão, o Brasil chegou ao empate em 9/9. No erro do adversário, a equipe verde e amarela assumiu o comando do marcador: 12/11. Com ponto de bloqueio de Lucão, a seleção brasileira conseguiu abrir dois (14/12). Mas a França voltou a empatar em 14 pontos, o Brasil esteve na frente, e teve um novo empate em 17/17. A França fez 18/17. A seleção de Bernardinho fez 20/19. No bloqueio, a equipe verde e amarela fez 23/21. No final, melhor para o Brasil, que fechou em 25/23.

A seleção brasileira saiu na frente no quarto set. A equipe dirigida pelo técnico Bernardinho se manteve no comando do placar em 4/3. A França passou em 5/4 e colocou dois de diferença em 6/4. No ace de Sidão, o Brasil encostou em 7/6, e, com Wallace, deixou tudo igual: 11/11. Os franceses abriram dois de diferença em 15/13, mas Lucão empatou o set novamente (15/15). E, no lance seguinte, vantagem brasileira: 16/15. Mas os franceses buscaram e passaram a frente: 19/17. Bernardinho pediu tempo. Porém, o time da França se manteve no domínio do set e fez 21/18 e, depois, 23/20. Na sequência, a seleção francesa venceu por 25/22.

Lucão abriu o placar do set decisivo. Com Murilo, o Brasil colocou dois à frente e fez 4/2. Os franceses conseguiram chegar ao empate em 6/6. Lucarelli conseguiu belo ataque e levou a seleção brasileira a frente na virada de quadra (8/7). Wallace pontuou e fez com que a equipe verde e amarela abrisse dois novamente: 9/7. Na bola para fora do adversário, 10/8. Em boa passagem de Raphael pelo saque e, no bloqueio individual de Lucarelli, 11/8. Com Vissotto, o placar foi para 12/8. Em mais um ataque francês para fora, a vantagem brasileira aumentou para 13/8. A França reagiu na reta final, e, após ataque para fora de Vissotto, 14/12, e Bernardinho parou o jogo. Na volta à quadra, Rapha chamou novamente Vissotto na saída que fechou o tie-break em 15/12.

EQUIPES

BRASIL – Bruno, Wallace, Sidão, Lucão, Lucarelli e Murilo. Líbero – Mário Jr.
Entraram – Lipe, Vissotto, Raphael
Técnico: Bernardinho

FRANÇA – Rouzier, Toniutti, Tillie, Ngapeth, Le Roux e Le Goff. Líbero – Grebennikov
Entrou – Jaumel, Sidibe, Marechal
Técnico: Tillie Laurent

Fonte: Clarissa Laurence -CBV
Foto: Divulgação FIVB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...