quarta-feira, 10 de setembro de 2014

CAMPEONATO MUNDIAL 2014: Brasil vence a Bulgária na estreia da segunda fase do Campeonato Mundial

 Brasil vence a Bulgária na estreia da segunda fase do Campeonato Mundial
Brasil comemora a vitória contra a seleção da Bulgária 

A seleção brasileira masculina de vôlei manteve a invencibilidade no Campeonato Mundial ao derrotar, nesta quarta-feira (10.09), a Bulgária por 3 sets a 0 (25/15, 25/21 e 25/21), em 1h19. O jogo, realizado na Spodek Arena, em Katowice, na Polônia, valeu pela primeira partida das duas equipes na segunda fase da competição. Com o resultado, a equipe de Bernardinho segue invicta após seis jogos.

Na primeira fase, o Brasil, que busca seu quarto título no campeonato, derrotou a Alemanha, a Tunísia e a Finlândia, por 3 sets a 0, a Coréia do Sul por 3 a 2, e a seleção de Cuba, por 3 a 1.

O próximo compromisso da seleção brasileira será contra a China, nesta quinta-feira (11.09). A partida será às 11h40 (Horário de Brasília), novamente na Spodek e com transmissão ao vivo do canal SporTV.

Nesta quarta, a equipe verde e amarela contou com boa atuação do oposto Wallace. Maior pontuador da partida, com 14 acertos, o atacante comemorou o resultado positivo e a boa atuação do seu time.

“Todos os dias poderiam ser como hoje, quando tudo deu certo para o nosso time. Isso parte muito do nosso foco, da nossa concentração e, assim, as coisas fluem um pouco mais fácil. Um bom exemplo foi o terceiro set, quando erramos um pouco mais e quase complicamos a nossa vida. Mas soubemos dar a volta e veio a vitória. Vamos sempre querer fazer melhor, mas esse foi um dos melhores jogos até o momento no Mundial”, analisou Wallace.

O ponteiro Murilo também saiu de quadra satisfeito com o bom desempenho da seleção brasileira nesta quarta-feira.

“Nos preparamos muito bem para o jogo. Talvez, eles tenham jogado um pouco abaixo do que esperávamos depois de um baita jogo que fizeram contra a Rússia, mas nós também conseguimos anular bem as jogadas deles. Hoje, a tática funcionou muito bem. Tentamos manter o nosso ritmo, pressionando o tempo todo porque sabíamos que não poderíamos dar chances ao time deles”, disse Murilo.

Segundo o central Lucão, essa foi uma das melhores partidas do Brasil, que conseguiu destaque em vários fundamentos.

“Conseguimos efetuar todos os fundamentos bem. Atacamos bem, conseguimos aproveitar os contra-ataques, sacamos com eficiência e o bloqueio amorteceu muitas bolas. O foco aumenta conforme a dificuldade vai aumentando. Estamos na segunda fase da competição, vamos enfrentando adversários cada vez mais difíceis e temos conseguido manter essa concentração, que é fundamental”, destacou Lucão.

O Campeonato Mundial ainda conta com o Grupo E, onde estão Polônia, França, Sérvia, Irã, Estados Unidos, Argentina, Itália e Austrália.

O JOGO

O primeiro set começou favorável ao Brasil que, bem no bloqueio, abriu 4/0. Neste momento, a Bulgária pediu tempo. Com mais um ponto de bloqueio de Lucão, a equipe verde e amarela ainda fez 5/0. No primeiro tempo técnico, Wallace pontuou e a seleção brasileira chegou a 8/3. Com três pontos seguidos de Sidão, o placar foi para 11/4. A segunda parada técnica teve sete de vantagem para o Brasil: 16/9. Após a inversão, com as entradas de Vissotto e Raphael, a diferença foi para 11 pontos (21/10). O Brasil, então, administrou a parcial, que fechou em 25/15.

O segundo set começou mais equilibrado, com as equipes empatadas em 3/3. No ace de Wallace, o Brasil assumiu o comando do placar. No ataque de Murilo, a seleção brasileira fez 8/6. Mas os búlgaros reagiram e empataram (9/9). Com mais um ponto de saque de Wallace, o Brasil voltou a garantir dois pontos em 14/12. A vantagem foi para três pontos (16/13). Com mais um ace, desta vez de Lucarelli, a seleção verde e amarela chegou a 17/13. O segundo set seguiu mais disputado (20/17). No final, com Sidão, o Brasil fechou em 25/21.

A terceira parcial começou melhor para a Bulgária, que fez 3/1. O Brasil reagiu e, no ace de Lucão, deixou tudo igual: 4/4. A seleção búlgara passou a comandar o set e colocou quatro de vantagem (11/7), quando Bernardinho parou o jogo. O Brasil buscou e encostou em 12/11. No bloqueio de Vissotto, que havia acabado de entrar, a equipe verde e amarela empatou: 17/17. No lance seguinte, após bom saque de Raphael, que entrou na inversão junto com Vissotto, o placar foi para 18/17. A reta final do set foi equilibrada, mas o Brasil abriu dois (21/19). Com Murilo, o time brasileiro fez 23/21. No final, 25/21.

EQUIPES

BRASIL – Bruno, Wallace, Sidão, Lucão, Lucarelli e Murilo. Líberos – Mário Jr. e Felipe
Entraram – Vissotto, Raphael, Lipe
Técnico: Bernardinho

BULGÁRIA – Zhekov, Gotsev, Skrimov, Todorov, Penchev e Sokolov. Líbero – Saparov
Entraram – Gradinarov, Milushev, Aleksiev, Bozhilov
Técnico: Plamen Konstantinov

Fonte: Clarissa Laurence - CBV
Foto: Divulgação FIVB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...