domingo, 31 de agosto de 2014

SUL-AMERICANO JUVENIL MASCULINO: Brasil conquista título invicto do Sul-Americano Juvenil

 Brasil conquista título invicto do Sul-Americano Juvenil
                                                                               Brasil teve cinco atletas recebendo premiação individual

 Pela 19ª vez o Brasil conquistou o Sul-Americano juvenil masculino. Neste ano, a 22º edição foi realizada no Centro de Desenvolvimento do Voleibol em Saquarema (RJ), e a seleção anfitriã levou a melhor na final sobre a Argentina por 3 sets a 0 (25/21, 25/16 e 25/22), em 1h26 de jogo neste domingo (31.08). Com cinco vitórias seguidas e sem perder nenhum set, a seleção brasileira, além do ouro, garantiu também uma vaga no mundial da categoria em 2015.

O time anfitrião manteve a hegemonia sul-americana e teve o bloqueio como destaque. Na grande decisão foram 14 pontos no fundamento. O treinador da seleção verde-amarela, Leonardo Carvalho avaliou que o amadurecimento do time foi determinante para a conquista, e elogiou a evolução dos atletas após a preparação de um mês na Europa antes do torneio.

“Todos os objetivos foram cumpridos e com muito mérito. Para resumir em uma palavra a nossa temporada, seria amadurecimento. Esses meninos estão aprendendo qual é o papel deles na seleção brasileira. O título corou este processo. Eles deram um salto de qualidade. Inclusive, o desempenho do bloqueio na partida de hoje é reflexo deste amadurecimento, pois usamos estratégias mais complexas, que exigem muita concentração e disciplina tática por parte deles. Graças à preparação que a Confederação nos proporciona foi importantíssima. Ficamos um mês na Europa e fizemos vinte jogos contra equipes fortíssimas, isso foi fundamental para chegarmos a esta vitória”, analisou o treinador.

O ponteiro Douglas Souza foi o maior pontuador da partida final ao anotar 18 pontos. E ainda foi eleito o jogador mais valioso da competição. Ao final do jogo, o atleta dedicou a conquista do título ao companheiro de equipe, o ponteiro Leozinho, que perdeu a mãe às vésperas do torneio, mas mesmo assim seguiu com o grupo.

“Estou muito feliz porque tínhamos dois objetivos este ano, classificar para o mundial e conquistar o título sul-americano e conseguimos. Mas surgiu outro fator que fez com que fosse muito importante ganhar, o nosso ponteiro Leozinho perdeu a mãe às vésperas do campeonato, foi ao velório e voltou para jogar. Nós somos como uma família, e esse troféu é uma homenagem à ela”, contou o atleta emocionado pela vitória.

Na disputa do bronze, o Chile levou a melhor sobre a Colômbia por 3x1. Mais cedo, o Paraguai derrotou o Uruguai por 3x2 na disputa pelo sétimo posto, enquanto o Equador venceu o Peru por 3x0 na briga pelo quinto lugar. Na entrega das medalhas, duas presenças ilustres prestigiaram o evento, a bicampeã olímpica Jaqueline e o campeão olímpico Paulão. A seleção do campeonato foi formada pelos ponteiros Dusan Bonacic (CHI) e Nicolás Lazo (ARG), os centrais Nicolas Santos (BRA) e Joaquin Gallego (ARG), o oposto Lucas Madaloz (BRA), o levantador Fernandinho (BRA) e o líbero Rogerinho (BRA).


CLASSIFICAÇÃO FINAL

1º Brasil

2º Argentina

3º Chile

4º Colômbia

5º Equador

6º Peru

7º Paraguai

8º Uruguai

Fonte: Rogério Lauback – CBV
Foto: Alexandre Arruda - CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...