quarta-feira, 20 de agosto de 2014

GRAND PRIX 2014: Brasil reage, mas perde para a Turquia

Brasil reage, mas perde para a Turquia
Brasil saiu perdendo por 2 sets a 0, levou o jogo para o tie-break, mas acabou derrotada na estreia na etapa decisiva do torneio

Depois de nove jogos, a seleção brasileira feminina de vôlei perdeu a invencibilidade no Grand Prix. Nesta quarta-feira (20.08), o Brasil foi superado pela Turquia por 3 sets a 2 (25/18, 25/23, 21/25, 19/25 e 15/12), 2h04 de jogo, pela fase final, no Ariake Collesium, em Tóquio, no Japão. O time verde e amarelo é o atual campeão e luta pelo décimo título.

As brasileiras voltarão à quadra às 3h (horário de Brasília) dessa quinta-feira (21.08) contra a China, que hoje derrotou a Bélgica por 3 sets a 1. A TV Globo e o SporTV transmitirão ao vivo.

A oposto Tandara, que substituiu a bicampeã olímpica Sheilla no terceiro set, foi a maior pontuadora entre as brasileiras, com 20 acertos. A ponteira Jaqueline também pontuou bem, com 14. Pelo lado da Turquia, a oposto Sonsirma e a ponteira Ozsoy foram os destaques, com 23 e 21 pontos, respectivamente.

A campeã olímpica Tandara lamentou a derrota para a Turquia, mas lembrou que a fase final está apenas começando.

"Quem está no banco tem que ficar atenta para entender o que não está dando certo. Combinamos que a jogadora que entrasse iria para quadra sorrindo buscando mudar o astral da equipe. Foi isso que tentei fazer, mas infelizmente não conseguimos a vitória. No entanto, ainda temos muito campeonato pela frente e já temos que pensar na China", disse Tandara.

O treinador José Roberto Guimarães fez uma análise da partida contra a Turquia e elogiou a atuação das jogadoras que entraram no decorrer do confronto.

"Tenho que parabenizar a Turquia pela vitória. Elas fizeram os dois primeiros sets e o tie-break muito bons. Nosso time teve muitas falhas no passe, principalmente nos dois sets iniciais. Conseguimos reverter a situação no terceiro e no quarto sets com a entrada das jogadoras que estavam no banco e fiquei feliz por isso. No tie-break, a Turquia foi soberana. No entanto, sabemos que temos muito trabalho pela frente e já vamos pensar na China", analisou o treinador brasileiro.

O JOGO

O Brasil fez os três primeiros pontos da partida, mas a Turquia virou o marcador com um ace (4/3). A central Thaísa se destacava no ataque e as brasileiras foram para o primeiro tempo técnico com um de vantagem (8/7). Bem no bloqueio, as turcas viraram o marcador e abriram dois (10/8). O time europeu seguiu melhor e fez 16/11. Quando o placar estava 19/13 para a Turquia, o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. As turcas seguraram a vantagem até o final e venceram o primeiro set por 25/18.

O Brasil voltou melhor para o segundo set e fez 4/2. Com um ace, a Turquia empatou (7/7). Bem no saque e no bloqueio, as turcas abriram três (12/9). O time europeu foi para o segundo tempo técnico com quatro de vantagem (16/12). Em uma boa sequência de saques da oposto Sheilla, o time verde e amarelo virou o marcador (17/16). O final da parcial foi disputado ponto a ponto. No entanto, a Turquia foi melhor nos momentos decisivos e venceu o segundo set por 25/23.

As turcas mantiveram o bom momento no início do terceiro set e fizeram 6/2. O treinador José Roberto Guimarães trocou as opostos. Entrou Tandara e saiu Sheilla. O time brasileiro fez três pontos seguidos e encostou. Se aproveitando dos erros do time verde e amarelo, a Turquia voltou a abrir (12/6). A ponteira Gabi e a central Carol também vieram para quadra nos lugares de Fê Garay e Thaísa, respectivamente. No segundo tempo técnico, a vantagem turca era de dois pontos (16/14). O Brasil cresceu de produção e virou o marcador (18/17). As brasileiras seguraram a vantagem e venceram o terceiro set por 25/21.

Numa boa sequência de saques da central Carol, o Brasil fez 6/2 no início do quarto set. Com muito volume de jogo, a Turquia encostou (11/10). O time verde e amarelo voltou a abrir e fez (16/12). Os contra-ataques do time europeu eram eficientes e as turcas empataram (17/17). O treinador José Roberto Guimarães inverteu o cinco e um. Entraram Sheilla e Fabíola e saíram Dani Lins e Tandara. A substituição fez bem as brasileiras que abriram quatro (21/17). O Brasil seguiu melhor até o final e fechou o quarto set com 25/19.

A Turquia começou melhor o tie-break e fez 4/1. O saque turco dificultava a recepção brasileira. Bem no bloqueio, o Brasil encostou (9/8). O set ficou disputado ponto a ponto. O time europeu foi melhor no final e venceu o set por 15/12 e o jogo por 3 sets a 2.

EQUIPES

BRASIL – Dani Lins, Sheilla, Fernanda Garay, Jaqueline, Thaísa e Fabiana. Líbero – Camila Brait
Entraram: Tandara, Fabíola, Gabi, Carol e Monique
Técnico: José Roberto Guimarães

TURQUIA – Naz, Sonsirma, Akman, Guidetti, Ozsoy e Ismailoglu. Líbero - Karadayi
Entraram: Pasaoglu, Basa e Asuman
Técnico – Massimo Barbolini

Fonte: Vicente Condorelli
Foto: Divulgação FIVB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...