segunda-feira, 28 de julho de 2014

Atletas do Molico/Osasco realizam exames cardiológicos no HCor

Atletas do Molico/Osasco realizam exames cardiológicos no HCor
Mari fazendo exames físicos antes de reestrear pelo Osasco

O esporte brasileiro e mundial apresentou nos últimos anos vários casos de atletas que passaram mal ou faleceram durante a prática esportiva. Sempre preocupado com a saúde das suas jogadoras, o Molico/Osasco realizou novamente uma avaliação completa com suas atletas no HCor visando a temporada 2014/15. O departamento médico da equipe realiza esse procedimento em todo início de temporada. Mari, Samara, Ivna, Diana, Gabi, Mariana Nardi, Marjorie e Dani Terra fizeram o Sport Check-Up Completo com a supervisão dos médicos do hospital, entre eles, o doutor Thiago Ghorayeb Garcia. As jogadoras foram submetidas a esse programa de diagnóstico clínico com enorme especialização e destinado à prevenção e à medicina do esporte.

“Essa é uma avaliação pré-participação muito importante. A sociedade tem uma visão de que o atleta é um super humano, mas nunca imagina que eles vão ter algum tipo de doença. Então sempre que acontece alguma coisa, apesar desta incidência de doença ser muito baixa, é um grande choque para todo mundo. O atleta é uma pessoa como outra qualquer e sujeita a ter doenças. Muitas vezes essas doenças, como os atletas são pessoas jovens, não tem nenhum sintoma e eles não sentem nada e só vão descobrir que possuem alguma coisa nestes exames com avaliação médica. Os exames são muito importantes para prevenir que se tenha algum problema durante a prática da atividade física, principalmente atletas de alto rendimento/profissionais porque levam seu corpo a superar os limites fisiológicos, por isso, é bom saber se tudo está funcionando perfeitamente”, explicou o doutor Thiago Garcia.

De acordo com o médico, a avaliação não pode ser considerada um “seguro de vida”, mas que os resultados reduzem quase em sua totalidade as chances de que algo aconteça. Essa avaliação não chega a ser um seguro de vida. Apesar de tomarmos todos os cuidados nada é 100%. Então a gente tenta ser o mais cuidadoso possível para perguntar sobre os sintomas e fazer um bom exame físico, saber do histórico familiar, de doenças como problemas de coração e realizamos alguns exames complementares conforme for a necessidade. Fazendo tudo isso a gente reduz a chance de algum problema em mais de 90%”, completou o especialista.

O Molico/Osasco conta com duas jogadoras em seu elenco que vivenciaram momentos diferentes durante a realização do exame. Campeã olímpica, a ponteira Mari realiza esse tipo de avaliação há muito tempo. Já a central Lara, contratada nesta temporada, fez esses exames detalhados pela primeira vez. “É um Check-Up importante e todos os anos eu faço. São exames necessários para que possamos ficar tranquilas de que está tudo bem conosco porque nossa saúde está em primeiro lugar. Já fiz várias vezes e todo atleta tem que fazer para saber o que está acontecendo com cada um. O Molico/Osasco está de parabéns por se preocupar com a saúde de todas as jogadoras do seu elenco”, disse Mari. “Um exame completo como esse me dá mais segurança porque eu sei que eles estarão cientes de tudo que eu preciso. Essa avaliação me deixa mais tranquila para exercer minha profissão sem preocupações”, declarou Lara.

Fonte/foto: Molico/Osasco
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...