sexta-feira, 6 de junho de 2014

LIGA MUNDIAL 2014:Brasil vence Irã no tie-break

Brasil vence Irã no tie-break
Brasil comemora a difícil vitória sobre o Irã 
  
Brasil e Irã se enfrentaram, nesta sexta-feira (06.06), no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo (SP), pela terceira etapa da Liga Mundial 2014 e o time brasileiro levou a melhor ao vencer por 3 sets a 2 (25/23, 28/30, 26/28, 25/23 e 15/13), em 2h38. A equipe comandada pelo técnico Bernardinho recebe os iranianos para dois jogos que acontecem nesta última semana que joga em casa.

Nesta sexta, o central Sidão foi o maior pontuador do Brasil, com 16 acertos (10 de ataque, quatro de bloqueio e dois de saque). O oposto Wallace, que integrou o grupo brasileiro nesta semana, também contribuiu bem na pontuação, marcando 15 vezes, sendo todos de ataque. O maior pontuador do jogo foi o iraniano Mahmoudi, com 22 pontos.

Brasil e Irã voltam a se enfrentar neste sábado (07.06), novamente às 10h e no ginásio do Ibirapuera. A partida terá transmissão ao vivo da TV Globo.

Também ao lado da torcida, já nesta Liga Mundial, o time brasileiro perdeu três jogos – dois para a Itália, na primeira semana, e um para a Polônia, na segunda – e venceu os poloneses, por 3 sets a 0.

O JOGO

O Brasil começou com uma novidade: o oposto Wallace como titular. O atacante se integrou nesta semana ao grupo e, com ele em quadra, a equipe brasileira começou bem. No ponto de saque de Sidão, fez 6/3. Em grande combinação de jogada de Bruninho com Maurício, a seleção brasileira marcou 8/4. Os iranianos, então, buscaram e encostaram no placar em 11/10. A equipe da casa voltou a abrir e, com forte ataque de Lucão, fez 19/14, forçando o Irã a pedir tempo. Mais uma vez, o Irã não deixou o Brasil abrir e colou no marcador no final do set: 24/23. O oposto Wallace, então, resolveu e fechou o set para a seleção brasileira: 25/23.

A equipe da casa teve um bom início de segundo set e logo fez 3/1. O Brasil ainda teve o dobro de pontos no primeiro tempo técnico: 8/4. Porém, o time visitante correu atrás e chegou ao empate em 8 pontos. O jogo passou a ser mais equilibrado. Com Sidão, a seleção brasileira colocou dois de vantagem (14/12). A diferença seguiu em torno disso, sempre com a vantagem para o time de Bernardinho (18/16). Sem desistir do jogo, e bem no bloqueio, o Irã fez o placar ficar ainda mais apertado e empatou o set em 23/23. Os iranianos passaram a frente em 25/23 e Bernardinho pediu tempo. Em 25/25, Lipe entrou no saque e dificultou o ataque adversário. Mas nos lances seguintes, o Irã voltou a pontuar e fez 28/27. Em um bom saque, o time visitante fechou em 30/28.

Embalados, os iranianos voltaram para o jogo no comando do placar (6/4). Com dois bons saques de Maurício Borges, o Brasil chegou ao empate em 6/6. E foi no bloqueio de Sidão que a seleção brasileira passou a frente: 8/7. No ace de Bruninho, o time do Brasil esteve em dois de vantagem (11/9). O jogo se manteve igual e os times empataram novamente em 17/17. Já na reta final do set foi a vez do Irã passar dois a frente e comandar o marcador em 21/19. O Brasil reagiu e, no bloqueio individual de Maurício, deixou tudo igual: 21/21. Em mais um final bastante disputado, o Irã venceu por 28/26.

Após mais um bom início de set do adversário (5/3), Bernardinho colocou o ponteiro Murilo em quadra. O Irã seguiu bem em quadra e fez 7/3. Apoiado pela torcida, o Brasil passou a pontuar, buscou e deixou tudo igual: 9/9. Em grande bola colocada por Sidão na quadra adversária, a seleção brasileira fez 13/12. A parcial se manteve no mesmo ritmo, com uma pequena vantagem a favor do Brasil (17/16). No ace de Lucão, a equipe da casa fez 20/17. Quando os iranianos se aproximaram (23/21), Bernardinho pediu tempo. O Brasil voltou melhor e, com Vissotto, fechou o set em 25/23.

O set decisivo começou disputado, com as equipes trocando pontos. O Brasil colocou vantagem em 4/2 e o Irã empatou em 4/4. Com Sidão bem no ataque, o time da casa fez 7/6, mas o Irã conseguiu virar o placar na troca de quadra (8/7). A parcial seguiu equilibrada, melhor para os iranianos, que fizeram 11/10 já na reta final. Com ponto de saque, o time adversário ainda fez 13/11. Neste momento, Bernardinho pediu tempo e parou o jogo. Com Vissotto pontuando bem, o Brasil empatou em 13/13. No bloqueio, fez 14/13 e, depois, novamente com Vissotto, 15/13.

EQUIPES

BRASIL: Bruno, Wallace, Sidão, Lucão, Lucarelli e Maurício Borges. Líbero – Mário Jr.
Entraram – Rapha, Vissotto, Lipe, Murilo
Técnico: Bernardinho

IRÃ: Mahmoudi, Faezi, Marouflakrani, Ghaemi, Mousavi e Ebadipour. Líbero – Alizadeh
Entraram – Mahdavi, Ghafour, Tashakori
Técnico: Slobodan Kovac


Fonte e Foto: Divulgação CBV 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...