terça-feira, 27 de maio de 2014

Fe Garay prestigia torneio estudantil em Porto Alegre

Fe Garay prestigia torneio estudantil em Porto Alegre
 Ponta da Seleção Brasileira volta a Porto Alegre e prestigia torneio estudantil

Ao revisitar parte de sua história, Fernanda Garay levou um exemplo de vida a centenas de estudantes neste fim de semana. Gaúcha de Porto Alegre, a ponteira da Seleção Brasileira de vôlei voltou à terra natal como convidada da 5ª Copa Marista São Pedro e encarou a gelada manhã de sábado na cidade - temperatura entre 8ºC e 9ºC - para prestigiar os futuros atletas da modalidade. Em especial, uma delas: a pequena Isabella, 9 anos, representante do clube Sogipa no torneio realizado na mesma instituição em que a irmã cursou o Ensino Médio nos anos 2000.


– A Isa reflete bem o que passei, conciliando o estudo com o esporte. Na época do colégio, eu já estava começando minha trajetória no vôlei, assim como ela. Mas o mais importante para todo mundo que compete hoje aqui são os valores que a gente adquire, independentemente de nos tornamos atletas profissionais – disse a jogadora.

Cercada por alunos, pais e ex-professores, ansiosos por fotos e autógrafos, Fe Garay dedicou um dos períodos das férias para a passagem no Rio Grande do Sul, encerrada a primeira temporada na equipe do Fenerbahçe, da Turquia. Em bate-papo com os jovens fãs, explicou o longo caminho percorrido até ganhar o mundo atuando nas quadras.

– Tem que persistir, lutar pelos sonhos. Não é fácil, mas a gente não pode desistir. Isso serve para qualquer profissão, não só para a carreira no esporte. Dia a dia, treino a treino, fui conquistando meu espaço. Hoje jogo fora do país e tenho a oportunidade de conhecer outros estilos de voleibol, enfrentar outras competições e vivenciar culturas diferentes da nossa. Isso é muito bacana – completou.

Campeã olímpica com a amarelinha nos Jogos de Londres-2012 e responsável pelo ponto que garantiu a medalha de ouro ao Brasil, Fe Garay retoma os treinamentos nos próximos dias, depois de recuperar-se de lesão muscular. No segundo semestre deste ano, a seleção disputa o Grand Prix e o Campeonato Mundial, na Itália. Melhor passadora da última Olimpíada, a ponta de 28 anos e 1,82m também foi eleita a melhor atacante das últimas duas edições da Superliga.


Fonte:  TXT Assessoria
Foto: Guilherme Araujo | TXT Assessoria
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...