sábado, 10 de maio de 2014

CAMPEONATO MUNDIAL DE CLUBES FEMININO 2014: MOLICO/Osasco vence Volero Zurich e conquista vaga na final do Mundial de Clubes

MOLICO/Osasco vence Volero Zurich e conquista vaga na final do Mundial de Clubes
 Meninas do Molico  enfrentam na final de amanhã o vencedor de Sesi e Dínamo Kazan

O  MOLICO/Osasco é o primeiro finalista do Campeonato Mundial de Clubes 2014. Neste sábado, as osasquenses entraram em quadra e derrotaram o Volero Zurich, da Suíça, por 3 sets a 1, com parciais de 25/21, 18/25, 25/16 e 25/20, em duelo realizado na Arena Saalsporthalle, em Zurique, na Suíça. Campeão mundial em 2012, o Osasco disputa a decisão neste domingo, às 11h30 e pode ser o primeiro clube bicampeão mundial.

“O MOLICO/Osasco mostrou neste jogo que é muito forte quando joga unido. A gente estava merecendo fazer um bom jogo como fizemos diante do Volero e a vaga na final é muito merecida. Foi uma partida muito legal com todo mundo ajudando e participando em todos os momentos. Essa é, sem dúvida, a principal força do nosso grupo, mas a minha felicidade ainda não é completa porque o nosso objetivo ainda não foi cumprido. Estou muito contente com a vaga na final, mas espero ficar ainda mais alegre após a final e com o título do Mundial”, afirmou a capitã Sheilla, maior pontuadora osasquense da semifinal com 16 pontos.

A central Thaisa anotou dez pontos, comemorou a vaga na decisão e fez questão de elogiar Adenízia, sua companheira de posição e que marcou 15 pontos. “Não fizemos um bom jogo contra o Dínamo, mas conseguimos colocar a cabeça no lugar e fazer uma partida bem melhor nesta semifinal. Estou muito feliz com a classificação para a final e o determinante para a vitória diante do Volero foi o saque e o bloqueio. A Adenízia fez um grande jogo e bloqueou muito bem. Nós conseguimos marcar certinho as jogadas delas e fomos muito eficientes no bloqueio”, analisou Thaisa.

Presente em seu quarto mundial, Luizomar garante mais uma medalha para Osasco e para a Nestlé. Na década de 90, mais precisamente em 1994, a Nestlé foi campeã do mundo com o Leite Moça. Já nos anos 2000, a empresa ganhou mais três medalhas com a marca Sollys, em Osasco. O Sollys foi vice-campeão em 2010, terceiro em 2011 e campeão em 2012. “Fizemos um bom jogo e merecemos estar em mais uma final, premiando esse projeto muito bem conduzido pela Nestlé. A equipe trabalhou bastante para disputar esse Mundial e se concentrou muito para chegar ao seu melhor momento para essa competição. Conquistamos o direito de disputar esse Mundial pela tradição e por já ter sido campeão mundial e estamos honrando esse convite. É a primeira final com a marca MOLICO, já que nos outros Mundiais ainda era Sollys, e neste domingo vamos entrar com tudo em busca do bicampeonato”.

O MOLICO entrou em quadra diante do Volero Zurich com Fabíola, Sheilla, Thaisa, Adenízia, Sanja, Caterina e Camila Brait. Durante o jogo, Luizomar colocou em quadra a ponteira Gabi. A decisão do Mundial de Clubes acontece neste domingo, às 11h30 (horário de Brasília) e as osasquenses aguardam o vencedor do confronto entre SESI-SP e Dínamo Kazan, da Rússia.

Fonte: Rafael Zito - Molico Nestlé
Foto:  Molico Nestlé 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...