sábado, 26 de abril de 2014

Unilever e Sesi decidem o título da Superliga 2013/14 neste domingo

Unilever e Sesi decidem o título da Superliga 2013/14 neste domingo
Unilever lutará pelo nono título 

Depois de mais de seis meses de muitos jogos e momentos marcantes, falta apenas um dia para a grande decisão da Superliga feminina de vôlei 13/14. A Unilever (RJ), terceira colocada da fase de classificação, duelará com o Sesi-SP, quarto, na briga pelo título. O jogo será disputado às 10h deste domingo (27.04), no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro (RJ). A TV Globo e o SporTV transmitirão ao vivo.

Enquanto a equipe carioca, maior vencedora na história da Superliga, lutará pelo nono título e disputará sua décima final consecutiva, o Sesi-SP, em sua terceira temporada, será um estreante na decisão. A partida promete ser marcada pelo equilíbrio. As equipes duelaram três vezes nessa temporada, com vantagem para a equipe paulista. A Unilever venceu no primeiro turno da Superliga por 3 sets a 1. Depois, foram duas vitórias do Sesi-SP também por 3 sets a 1, na semifinal da Copa Brasil e no segundo turno da Superliga.

O treinador Bernardinho comentou sobre o momento da equipe carioca e espera poder contar com a levantadora Fofão para a grande decisão.

“O nosso time chega bem. Temos a dúvida da Fofão, que está trabalhando pouco, mas estamos tentando poupá-la para conseguir jogar. Sem dúvida, é muito importante ter a opção da Fofão. A Roberta vem treinando bem, mas não tem experiência de viver um momento como esse. Essa é a nossa maior preocupação, mas, claro, há uma ansiedade natural. Temos jogadoras que já viveram uma situação como essa, mas em outras circunstâncias. A Gabi, por exemplo, jogou a final no ano passado, mas em uma posição de menor responsabilidade”, disse Bernardinho.

O comandante da Unilever também elogia e se preocupa com o adversário que enfrentará na grande decisão.

“Chegamos onde todos queriam estar. Queremos ganhar, claro, mas temos que saber curtir, usufruir o fato de estar onde todos gostariam. O Sesi-SP fez um segundo turno excepcional, foi campeão sul-americano, vencendo justamente o time de Osasco, que também eliminou em dois jogos na semifinal da Superliga e isso demonstra o nível de confiança em que eles se encontram. Não estão apenas jogando muito bem, mas com a confiança lá em cima e isso os torna muito mais perigosos”, afirmou Bernardinho. ​

Pelo lado do Sesi-SP, o treinador Talmo de Oliveira fez uma análise da trajetória do time da capital paulista.

“Essa foi uma temporada muito boa. Nós disputamos cinco campeonatos, chegamos à final dos cinco e ainda temos um bônus de disputar um Mundial. Essa final é ainda mais especial para esse grupo por ser a primeira na Superliga. Fomos crescendo e amadurecendo e estarmos nessa decisão não é um milagre, mas o resultado de muito trabalho. Somos um time muito unido e focado nos objetivos traçados no início da temporada. A Superliga foi uma competição longa e conseguimos quebrar uma hegemonia de muitos anos. Para o produto voleibol esse resultado foi muito bom”, analisou Talmo.

O treinador da equipe paulista também diz que o Sesi-SP chega muito motivado para a decisão da Superliga.

“Nos preparamos durante toda a temporada. Acredito que o que nos fez ter mais força nesse momento foram as derrotas que nós tivemos. Sempre soubemos que a nossa equipe tem uma condição muito forte e chega para brigar de igual para igual. Nós respeitamos muito a Unilever, mas queremos muito esse título”, finalizou Talmo.

Para chegar a decisão, a Unilever passou pelo Pinheiros (SP) na fase de quartas de final e pelo Vôlei Amil (SP) na semifinal. O Sesi-SP levou a melhor sobre o Banana Boat/Praia Clube (MG) na primeira fase eliminatória e, depois, foi responsável pela eliminação do Molico/Nestlé (SP).

Fonte/foto: CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...