sexta-feira, 9 de agosto de 2013

SUL-AMERICANO MASCULINO 2013: Brasil derrota Chile e garante vaga no Mundial de Vôlei de 2014

Brasil derrota  Chile e garante vaga no Mundial de 2014
Com o resultado equipe brasileira conquistou uma vaga para o Campeonato Mundial

O Brasil segue invicto no Campeonato Sul-Americano vôlei, em jogo realizado nesta  sexta-feira,  a equipe comandada pelo técnico Bernardinho venceu o Chile por 3 sets a 0, parciais de  (25/19, 25/19 e 25/17), com o resultado a seleção brasileira garantiu a sua classificação para o Campeonato Mundial da Polônia, no ano que vem.


Neste sábado, o Brasil entrará em quadra para a partida considerada a mais equilibrada da competição. O adversário será a Argentina, às 21h45, com transmissão ao vivo do canal SporTV. Na primeira partida do dia, Colômbia e Paraguai jogarão às 18h45.

No jogo desta sexta-feira, o central Sidão, que retorna a seleção brasileira nesta competição depois de se recuperar de uma cirurgia na coluna, foi o maior pontuador do time verde e amarelo com 12 pontos. Pela seleção chilena, o ponteiro Vicente Parraguirre, foi quem mais marcou, com 13 acertos.

“Nós não jogamos o que podemos jogar, eles vieram bem, para o tudo ou nada, sacando muito forte e atacando para cima. Isso sempre acaba dificultando um pouco. Mas nos pontos decisivos, nos finais de set, conseguimos abrir vantagem e ficar mais tranquilos”, comentou Sidão, que está se sentindo bem após o período sem atuar.

“Ainda falta um caminho grande para eu percorrer. Depois de três meses e meio eu estou há menos de um mês treinando efetivo. Eu sei, como atleta, que quanto mais você fica parado, pior para voltar, não tem jeito. Estou correndo atrás e fazendo tudo que é possível para estar 100% logo”, detalhou o central do Brasil.

O oposto Vissotto fez questão de elogiar o adversário. “O Chile é um time arrumado e bastante jovem. Quando eles conseguiram imprimir um ritmo forte de saque, tivemos dificuldades. O importante foi que conseguimos ter tranquilidade para sair com a vitória”, disse Leandro Vissotto.

O capitão Bruno destacou o valor de jogar em casa e contar com o carinho dos torcedores, que encheram o ginásio nesta sexta-feira. “O campeonato está sendo bom para ganharmos ainda mais entrosamento. Além disso, está sendo muito bom estar em Cabo Frio e contar com o apoio da torcida”, comentou Bruninho.

O JOGO

O Chile abriu o placar com o ponteiro Parraguirre. Mas o Brasil logo deu o troco e, no bloqueio do central Sidão, fez 5/1. Nesse momento, o técnico do Chile pediu tempo. O time visitante buscou e chegou a ficar próximo no placar em 10/8. Depois, no erro do Brasil, o placar ficou ainda mais equilibrado, com apenas um ponto a favor dos donos da casa: 12/11. No ace de Sidão, o Brasil voltou a abrir três de vantagem (14/11). O ponteiro Maurício bloqueou e a seleção verde e amarela fez 17/13. Quando, com o ponteiro Lucarelli, a equipe brasileira fez mais um ponto, o técnico adversário parou o jogo mais uma vez. O Brasil, então, seguiu dominando a parcial e fechou em 25/19.

O segundo set começou equilibrado, com as equipes empatadas em três pontos. Logo depois, com Sidão no saque, o Brasil abriu três pontos (6/3). Mas o Chile se recuperou e passou a frente no placar: 8/7. Então foi a vez dos brasileiros correrem atrás do placar e, no ace de Lucarelli, chegaram ao empate (9/9). O set continuou bem disputado, com as equipes trocando pontos. Com o levantador William no saque, o Brasil voltou a abrir e, após boa combinação com Lucão, chegou a 19/16. Sidão, mais uma vez bem no bloqueio, levou a seleção brasileira a abrir quatro pontos: 23/19. E, com outros dois pontos neste fundamento, a equipe da casa fechou em 25/19.

O Chile saiu na frente e fez 5/3 logo no início do terceiro set. No ace de Lucarelli, o Brasil deixou tudo igual (5/5), mas o time visitante passou a frente novamente e fez 9/6. Bernardinho conversou com os jogadores e a seleção verde e amarela assumiu o comando do placar e 13/12. A equipe brasileira seguiu melhor e, quando abriu quatro pontos (18/14), o time chileno pediu tempo. No primeiro lance depois que entrou na partida, o ponteiro Lipe bloqueou e o Brasil fez 19/14. O time do capitão Bruninho seguiu melhor em quadra e venceu o último set do jogo por 25/17.

EQUIPES

BRASIL – Bruno, Vissotto, Lucão, Sidão, Lucarelli e Maurício. Líbero – Mário Jr.
Entraram – Wallace, William, Maurício Souza e Lipe
Técnico: Bernardinho

CHILE: Gimalt,Gevert, Araya, Guerra, Parraguirre T., e Parraguirre V. Líbero – Reyes
Entraram – Bader
Técnico: Daniel Nejamikin
  
Fonte: CBV
Foto: Alexandre Arruda/CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...