quarta-feira, 7 de agosto de 2013

POR ONDE ANDA? Carlão Gouveia

Por onde Anda? Carlão Gouveia 
 Carlão

Antônio Carlos Aguiar Gouveia, mais conhecido como Carlão, nasceu em 20 de abril de 1965, e se tornou um dos atletas referências no vôlei brasileiro. Sua paixão pelo esporte teve início em 1984, quando viu o Brasil ganhar medalha de prata nos Jogos Olímpicos, em Los Angeles.

O vôlei se tornou febre, e Carlão começou sua trajetória. Porém, anos antes, ele iniciou a sua história no esporte como goleiro de futebol da equipe infantil do Rio Branco, do Acre. Com 17 anos, o ídolo mudou-se para Fortaleza, onde jogou basquete até começar sua carreira dentro do voleibol.


Com a seleção campeã olímpica de 1992 em Barcelona

Após fazer sucesso em equipes de base, Carlão foi chamado para a Seleção Brasileira Juvenil de vôlei. Com uma grande força física aliada a uma técnica refinada, não demorou muito para o atleta, com apenas 20 anos, ser convocado para o time principal do Brasil, atuando ao lado de vários craques: Bernard, Xandó, William, Renan e Amauri.


Com Tande em Barcelona 92

Apesar de muito jovem, Carlão se mostrava um líder dentro de quadra. Com isso, o técnico José Roberto Guimarães escolheu o jogador para ser o capitão da Seleção. Com a camisa verde-amarela, o oposto faturou sete títulos do Sul-Americano, uma Liga Mundial, uma Copa América e a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 1992, em Barcelona.

Seleção

Na ocasião, o capitão Carlão tinha como companheiros Marcelo Negrão, Giovane, Maurício, Paulão, Nalbert e Tande. Com um verdadeiro esquadrão, o Brasil venceu a final contra a Holanda por 3 a 0 e, pela primeira vez, faturou o título das Olimpíadas. Com um grande desempenho na competição, o jogador foi eleito o melhor do mundo em 1992, feito que repetiu em 1995.


Celebrando os 20 anos do ouro olímpico Barcelona 1992

Carlão lembra, com carinho, a recepção da torcida brasileira após a conquista da então inédita medalha dourada: “Quando chegamos ao Brasil foi uma loucura porque não conseguíamos fazer nada como antes. Éramos, desculpem a comparação, os Beatles do vôlei. As pessoas dormiam na frente dos hotéis apenas para nos ver e ninguém tinha mais paz para treinar. Cada treino tinha de 3 a 4 mil pessoas”.


Entrevista

Em clubes, Carlão também brilhou. Com passagens em diversos times do Brasil e da Itália, o ídolo teve uma história vitoriosa no VIVO Minas. Na década de 80, o oposto conquistou uma vez o Campeonato Brasileiro pelo time minastenista. Na temporada 1999-2000, ele faturou a Superliga pelo clube mineiro, que tinha um verdadeiro esquadrão: Manius, Rafa, Giba, Bruno, Henrique, André Heller, Gazzola, Maurício, André Nascimento, Ezinho, Douglas, Vinícius, Juninho, Canedo, João Paulo, Robson, Alberto, além do próprio Carlão. 


Vibrando com a seleção

O eterno capitão se aposentou em 2003, com a camisa do Cimed. Mesmo longe das quadras, o vôlei segue vivo no coração de Carlão. Atualmente trabalha no projeto Embaixadores do Esporte do Banco do Brasil projeto que foi montado por ele,Paulão e Pampa que foram os pioneiros em conjunto com a DIMAC ( diretoria de marketing do banco do Brasil), percorrendo diversas cidades do país falando sobre suas conquistas e sobre os valores do esporte e de como ele transformou sua vida, já sao 8 anos de projeto.


Comentarista na Sportv

Também trabalhou para a candidatura de Florianópolis ser sub-sede da Copa do Mundo de 2014, além de ter sido Superintendente da Fundação Municipal de Esportes da capital catarinense.

Carlão foi convidado a assumir a Secretaria de Esportes do estado do Acre, porém ele não pode assumir o cargo por virtude de problemas pessoais e familiares. Atualmente faz cursos para técnico de volei e comentarista do canal SPORTV.


No bloqueio com Marcelo Negrão

  • PRINCIPAIS TÍTULOS
  • NA SELEÇÃO BRASILEIRA:
Heptacampeão Sul-americano - 1986, 89, 90, 91, 93, 94 e 96
Vice-campeão Pan-americano - 1991
Campeão Olímpico - 1992
Campeão da Liga Mundial - 1993
Vice-campeão da Supercopa dos Campeões - 1993
Campeão do Top Four - 1992
Vice-campeão da Liga Mundial - 1995
Campeão da Copa América - 1999
Campeão do Torneio Pré-Olímpico - 1999

  • EM CLUBES BRASILEIROS:
Campeão Brasileiro (MINAS) - 1986/87
Vice-campeão Brasileiro (PIRELLI) - 1988
Campeão Brasileiro (PIRELLI) - 1989
Campeão Brasileiro (FRANGOSUL) - 1994
Vice-campeão Brasileiro (OLYMPIKUS) - 1997
Campeão Brasileiro (MINAS) - 1999
Vice-campeão Brasileiro (UNISUL) - 2003
Bicampeão da Copa Brasil (MINAS),(CHAPECÓ) - 1986,1996
Bicampeão Paulista (PIRELLI) - 1988,89
Campeão do Circuito Brasileiro (PIRELLI) - 1989

  • TÍTULOS NA ITÁLIA:
Vice-campeão Italiano (MAXICONO / PARMA) 1991
Bicampeão Italiano (MAXICONO / PARMA) 1992, 93
Campeão da Copa da Itália (MAXICONO / PARMA) 1993
Campeão Europeu (MAXICONO / PARMA) 1993
Campeão da Copa das Confederações (MAXICONO / PARMA) 1994

  • PRÊMIOS INDIVIDUAIS:
Melhor Jogador do Brasil - 1986, 89 e 94
Melhor Bloqueador do Mundialito de Clubes - 1992
Melhor Atacante do Campeonato Italiano - 1993
Melhor Jogador do Mundo - 1994
All Stars - Seleção do Mundo - 1991,95

Fonte: Vivo a Seleção
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...