quinta-feira, 14 de março de 2013

SUPERLIGA MASCULINA 12/13:Sesi vence fora de casa e empata série

 Sesi vence o Canoas e provoca terceira partida 
 
A série melhor de três entre Sesi-SP e Canoas (RS), pelas quartas de final da Superliga masculina de vôlei 12/13, está empatada. Depois de perder o primeiro jogo, em casa, o time de São Paulo foi ao Rio Grande do Sul e, nesta QUINTA-FEIRA (14.03), arrancou a vitória dos donos da casa por 3 sets a 2 (25/23, 19/25, 25/23, 18/25 e 15/13). O confronto, realizado no ginásio Unilasalle, durou 3h03.

Com uma vitória para cada lado, Sesi-SP e Canoas, terceiro e sexto colocados na fase classificatória, respectivamente, voltam a se enfrentar no próximo sábado  às 21h30, no ginásio Vila Leopoldina, em São Paulo (SP). O confronto terá transmissão ao vivo do canal SporTV. O time paulistano tem vantagem de jogar em casa por ter classificado em melhor posição na tabela. 
 
Nesta quinta-feira, o central Eder brilhou e ajudou o Sesi-SP a conquistar a vitória. O jogador foi eleito o melhor da partida e saiu de quadra com o Troféu VivaVôlei. Apesar da derrota do Canoas, o oposto Bergamo foi o maior pontuador da partida, com o total de 21 acertos.
 
 
O JOGO
 
O ponteiro Cléber abriu o placar do jogo a favor do Sesi-SP. No bloqueio do ponteiro Minuzzi, o Canoas assumiu o comando do marcador (3/2). Em boa passagem do central Gustavo no saque, o central Salsa conseguiu dois bloqueios seguidos e o time gaúcho abriu três de vantagem: 7/4. No ataque de Gustavo, o Canoas fez 15/10. Com o oposto Lorena, o time de São Paulo chegou ao empate em 17 pontos. Mas, com o bloqueio funcionando bem, o time da casa voltou a abrir: 20/17. Depois de bom rally, o ponteiro Mão conseguiu o ponto no contra-ataque e as equipes empataram em 22/22. O Sesi-SP virou e fechou em 25/23.
 
As equipes começaram o segundo set trocando pontos. O Canoas abriu dois (7/6), mas o Sesi-SP marcou três pontos seguidos e virou em 8/7. O jogo seguiu equilibrado e tenso para os dois lados. Quando o Canoas vencia por 12/10, houve uma queda de energia no ginásio Unilasalle e a partida ficou paralisada por cerca de 15 minutos. Em um contra-ataque na diagonal do ponteiro Dentinho, o Canoas fez 18/12. Bem posicionado, o oposto Bergamo bloqueou e levou o time da casa a 22/15. No lance seguinte, depois de uma bola bastante disputada, Minuzzi finalizou e o Canoas chegou a 23 pontos. No final, melhor para a equipe gaúcha: 25/19.

 
O terceiro set foi de equilíbrio no começo. No bloqueio do levantador Sandro, o Sesi-SP abriu três de vantagem: 8/5. O central Eder pontuou no contra-ataque e o time visitante marcou 15/11. O Canoas marcou dois e reduziu a vantagem adversária: 15/13. O grande aproveitamento no bloqueio continuou ajudando a equipe do Rio Grande do Sul, que, neste fundamento, encostou no placar: 18/17. A parcial seguiu bastante equilibrada e o Sesi-SP venceu por 25/23.
 
Em vantagem no placar dos sets, o time paulistano começou melhor na quarta parcial (4/2). O Canoas chegou ao empate em sete pontos e o jogo seguiu com equilíbrio. O Sesi-SP abriu dois de diferença (11/9) e o técnico do time da casa, Paulão, pediu tempo. A parada funcionou e o Canoas chegou ao empate: 11/11. No ace de Gustavo, a equipe gaúcha virou (13/12). O Canoas chegou a 18/15 e o técnico do Sesi-SP, Giovane, pediu tempo. O time da casa seguiu melhor e no ace de Gustavo, fechou em 25/18.

 
O tie break começou melhor para o Sesi-SP, que fez 4/1. O time visitante esteve no comando do placar e, na virada de quadra, com o ace do central Eder, fez 8/4. No bloqueio do central Aracaju, o Sesi-SP aumentou a vantagem para cinco pontos: 10/5. O Canoas não permitiu o que o adversário abrisse mais e diminuiu a diferença para 11/8. Na reta final do set, o equilíbrio voltou e vantagem caiu para apenas um: 13/12 e 14/13. Mas o central Eder pontuou e deu ao Sesi-SP a vitória por 15/13.
 
Equipes: 

 
Canoas: Jotinha, Bergamo, Gustavo, Salsa, Minuzzi e Dentinho. Líbero – Jeffe
Entraram – Xanxa, Rafinha, Boskinho e Enoch
Técnico: Paulão
 
Sesi: Sandro, Lorena, Eder, Aracaju, Murilo e Cléber. Líbero – Serginho
Entraram – Everaldo, Mão, Ary, Tarcísio e Léo Mineiro
Técnico: Giovane Gávio

 
Fonte: CBV
Foto: Alexandre Arruda/CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...