sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

SUPERLIGA FEMININA 2012/13: Herrera marca incríveis 31 pontos, mas Unilever quebra invencibilidade do Praia Clube

Herrera marca incríveis 31 pontos, mas Unilever vence e quebra invencibilidade do Praia Clube
Jogadoras da Unilever comemoram ponto

Unilever (RJ) e Banana Boat/Praia Clube (MG) entraram em quadra para um importante confronto pela quinta rodada da Superliga feminina de vôlei 12/13. A equipe carioca, sete vezes campeã da competição, tinha a missão de tirar a invencibilidade do time mineiro, único sem perder nas quatro primeiras rodadas. E, nesta SEXTA-FEIRA (07.12), a Unilever venceu por 3 sets a 2 (25/17, 26/28, 15/25, 25/23 e 15/7), em 2h16 de partida realizada no ginásio do Tijuca T.C., no Rio de Janeiro (RJ).

A ponteira norte-americana Logan Tom, da Unilever, foi considerada a melhor em quadra e recebeu o Troféu VivaVôlei. Já a ponteira cubana Herrera, do Banana Boat/Praia Clube, terminou o confronto como a maior pontuadora, com 31 acertos (29 de ataque e dois de saque). A ponteira Natália foi quem mais marcou pelo time carioca, com 20 acertos (14 de ataque, três de bloqueio e três de saque).

Na próxima rodada, a Unilever receberá o Rio do Sul (SC) na TERÇA-FEIRA (11.12), às 19h30, no ginásio do Tijuca T.C., no Rio de Janeiro (RJ). Já o time do Banana Boat/Praia Clube irá a Osasco (SP) para enfrentar o atual campeão da Superliga, Sollys/Nestlé (SP). O confronto será na próxima SEGUNDA-FEIRA (10.12), às 18h30, no ginásio José Liberatti, com transmissao ao vivo do canal SporTV.

Nesta noite, a líbero bicampeã olímpica, Fabi, destacou o valor de uma vitória sobre um time que fez questão de elogiar.

“Primeiro queria ressaltar o bom nível da Superliga. Está incrível e muito gostoso de jogar, emocionante. Essa é a minha 15° participação e eu nunca vi uma edição tão equilibrada, principalmente no início. Saímos de uma situação complicada e viramos o jogo. Estávamos cometendo muitos erros em sequência, erros bobos desde a partida contra o Pinheiros. O time do Praia é muito bom, bem arrumado e ainda vai dar muito trabalho”, disse Fabi.

O técnico do Banana Boat/Praia Clube, Spencer Lee, saiu de quadra satisfeito com o desempenho da equipe mineira.

“Fiquei muito feliz com o comportamento do time. Entramos nervosos no primeiro set, por jogarmos fora de casa e contra a Unilever, mas com o andamento do jogo conseguimos cumprir o que planejamos. A Herrera estava inspirada hoje, fez 31 pontos. No final, a maior experiência fez a diferença. Parabéns para as duas equipes que protagonizaram um belo espetáculo”, afirmou o treinador do time de Uberlândia.

Apesar da derrota, o time mineito marcou um ponto e segue na liderança da Superliga, com 13. A Unilever está na quarta posição, com 11.

O JOGO

O confronto começou melhor para a Unilever, que abriu 3/1. Mas, no bloqueio da central Mayhara, o Banana Boat/Praia Clube assumiu o comando do placar (4/3). A equipe de Uberlândia seguiu melhor e fez 8/5. Quando a canadense Sarah Pavan marcou de bloqueio para a Unilever, ficou tudo igual: 8/8. Novamente com a canadense, o time carioca fez 16/12. Após um belo levantamento de Fofão, Logan Tom pontuou pela entrada de rede e levou a Unilever a 21/13. A equipe de Bernardinho seguiu melhor e venceu o set por 25/17.

A segunda parcial começou equilibrada. Com a ponteira Natália, a Unilever abriu dois de vantagem: 5/3. Em bonita combinaçao de jogada entre Fofão e Juciely, a central fez 11/9. No ataque pelo fundo da cubana Herrera, o Banana Boat/Praia Clube pontuou (16/15). Com a ponteira Michele explorando o bloqueio, o time de Uberlândia assumiu o comando do placar: 18/17. No ace de Natália, a Unilever empatou em 21/21. O set seguiu equilibrado e, no ponto de saque de Michele, o Banana Boat/Praia Clube fez 28/26.

A vitória no segundo set embalou o time mineiro, que abriu 4/0 no início do terceiro. Neste momento, o técnico Bernardinho pediu tempo. Mas o Banana Boat/Praia Clube seguiu pontuando e ainda fez 5/0. Natália, então, atacou forte e foi a responsável pelo primeiro ponto do set pelo time carioca. O time de Uberlândia seguiu na frente (12/9) e, com boa vantagem, venceu a parcial por 25/15.

O quarto set começou, mais uma vez, equilibrado. As equipes estiveram empatadas em quatro pontos. O confronto seguiu disputado e, com Sarah Pavan, a Unilever empatou mais uma vez: 12/12. Tudo igual novamente na reta final do set (18/18) e o técnico Bernardinho pediu tempo. Em boa passagem de Natália no saque, a Unilever abriu três de vantagem em 23/20. E, com Juciely, a equipe do Rio de Janeiro fechou em 25/23.

O quinto e decisivo set começou como era esperado: com equilíbrio. Depois de uma bola bastante disputada, Sarah Pavan finalizou a jogada, fazendo 5/3 para a Unilever. Com disposiç”ao, o time carioca manteve o comando do placar (7/5). Com dois bloqueios consecutivos, de Sarah e Juciely, a Unilever fez 10/6. Três pontos seguidos de Logan Tom, dois de saque e um de ataque, a Unilever fez 14/7. E, com Natália, o time do Rio de Janeiro fechou em 15/7.

TROFÉU VIVAVÔLEI: Logan Tom, da Unilever
MAIOR PONTUADORA: Herrera, do Banana Boat/Praia Clube, com 31 pontos

EQUIPES

UNILEVER: Fofão, Sarah Pavan, Juciely, Valeskinha, Natália e Logan Tom. Líbero: Fabi
Entraram: Roberta, Regis, Bruna e Mara
Técnico – Bernardinho

BANANA BOAT/PRAIA CLUBE: Juliana, Monique, Angélica, Mayhara, Michele e Herrera. Líbero: Arlene
Entraram: Camilla Adão, Dayse, Camila Torquette e Dani Scott
Técnico – Spencer Lee

Fonte: CBV

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...