segunda-feira, 26 de novembro de 2012

SUPERLIGA FEMININA 2012/13: Após derrota diante do Vôlei Amil, Sollys/Nestlé já pensa na reabilitação na Superliga

Após derrota diante do Vôlei Amil, Sollys/Nestlé já pensa na reabilitação na Superliga

O Sollys/Nestlé não teve uma noite muito feliz na última sexta-feira na estreia da Superliga 2012/13. A equipe comandada pelo técnico Luizomar de Moura recebeu o Vôlei Amil, de Campinas, e foi derrotada em pleno Ginásio Municipal José Liberatti, em Osasco, por 3 sets a 1, com parciais de 26/24, 11/25, 25/14 e 25/18, em 1 hora e 40 minutos de confronto. Sem tempo para lamentações, o time laranja já pensa na reabilitação na competição nacional. O segundo compromisso das campeãs mundiais está marcado para a próxima terça-feira, às 19h30, novamente em Osasco, diante do São Bernardo Vôlei.

“Tivemos uma semana complicada porque emocionalmente passamos por dificuldades. A lesão da Adenízia deixou todo mundo preocupado e ficamos dois dias apreensivos até saber o resultado da cirurgia. Foi uma semana difícil para a nossa equipe e, ao mesmo tempo, uma semana que faz parte do crescimento da equipe. O Sollys/Nestlé não teve uma boa atuação nesta estreia e jogou abaixo do que vinha jogando, mas não temos muito tempo para lamentar porque já temos outra partida importante na terça-feira e precisamos nos recuperar na competição”, declarou Luizomar.

Apesar do revés, a capitã Jaqueline foi a maior pontuadora do jogo com 17 pontos. Para a ponteira, o Sollys precisa assimilar rápido o resultado e partir em busca da recuperação já na segunda rodada. “A equipe do Amil sacou muito bem, nos colocou em dificuldades em muitos momentos e a nossa equipe não conseguiu colocar a cabeça no lugar e manter a tranquilidade. O grupo do Sollys/Nestlé é forte e aprende com as derrotas, sendo assim, espero que a gente aprenda com esse resultado negativo e saibamos cobrar de cada uma o que precisa mudar e o que necessitamos treinar. Agora temos que seguir fazendo bem o nosso trabalho porque na terça-feira tem outro jogo e será importante que consigamos uma vitória”, disse Jaque.

Neste duelo contra o Vôlei Amil pela abertura da Superliga, o Sollys/Nestlé teve as ausências da oposta Sheilla e da central Adenízia. Como a lesão de Adenízia foi muito próxima ao dia da estreia, o time laranja não teve muito tempo para treinar com a substituta Dani Suco. “Estamos com duas jogadoras importantes de fora, mas acho que neste momento é a hora de cada uma assumir um pouco da responsabilidade. Somos jogadoras de Seleção Brasileira e maduras e esse é o momento para ajudarmos a Dani nos treinamentos para que ela evolua durante as partidas”, concluiu a capitã Jaqueline.

Fonte: Sollys Vôlei
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...