quinta-feira, 11 de outubro de 2012

MUNDIAL FEMININO DE CLUBES 2012: Sollys/Osasco desembarca em Doha com expectativa de ser campeã

Sollys/Osasco desembarca em Doha com expectativa de conquistar Mundial de Clubes
As jogadoras do Sollys/Nestlé esperam conquistar a medalha de ouro no Mundial e representar bem o vôlei brasileiro no Catar

O Sollys/Nestlé desembarcou em Doha, no Qatar, nesta quinta-feira, às 18h (horário de Brasília). A equipe brasileira enfrentou 14 horas de viagem e chegou ao local do Campeonato Mundial de Clubes com grande motivação em busca do título. Em 2010 e 2011, o Sollys também representou o Brasil no torneio e terminou com a segunda e terceira colocações, respectivamente. Para 2012, as laranjas contam com as chegadas de Sheilla e Fernanda Garay, que não estiveram nas edições anteriores, e com o bom retrospecto de 31 vitórias consecutivas, sendo que, 12 delas no Campeonato Paulista 2012, três do Sul-Americano de Clubes 2012, e 16 da Superliga 2011/12.

“Eu joguei os dois mundiais e agora eu quero o ouro!”, afirmou Adenízia. “No primeiro estávamos completas, mas algumas meninas estavam com algum tipo de lesão. Esse é o primeiro ano no qual estaremos bem fisicamente e com o time inteiro, por isso, tenho as melhores expectativas possíveis para este campeonato e tenho certeza absoluta que todas minhas companheiras vão entrar bem focadas e determinadas para conquistar esse ouro”, completou a meio-de-rede. Em 2011, o Sollys/Nestlé não pode contar com Jaqueline, Tandara, Thaísa e Fabíola que estavam defendendo a Seleção Brasileira nos Jogos Pan-Americanos e a americana Hooker chegou somente após a competição. 


“Este ano vamos com a equipe completa e bastante motivada. Algumas meninas estão indo pela primeira vez, no caso, a Fernanda Garay, a Sheilla e a Fabíola, que não foram ainda para Doha. É um campeonato cercado de expectativa pela estrutura, pelo país e pelas particularidades que vamos encontrar no Qatar. É um torneio muito importante é a equipe está com bastante confiança. Ter feito jogos duros na última semana faz com que cheguemos com ritmo de jogo para o Mundial, que é outro tipo de competição. Agora vamos trabalhar porque o Sollys/Nestlé representa o Brasil e temos que tentar manter a tradição do voleibol brasileiro de sempre estar no lugar mais alto do pódio”, declarou o técnico Luizomar de Moura. 


Para a ponteira Jaqueline, que disputou a competição apenas em 2010, o Sollys/Nestlé já enfrentará dificuldades nos dois primeiros confrontos. “É um campeonato super importante e que deixamos escapar nos últimos dois anos ficando em segundo e terceiro. Sabemos que teremos adversários muito difíceis já na primeira fase, mas nosso grupo é muito forte e espero que dê tudo certo”, disse Jaque. As brasileiras estreiam no Mundial de Clubes no próximo dia 14 de outubro, domingo, às 4h (horário de Brasília), diante do Borai Bank, da China. Na segunda rodada, o rival será o Rabita Baku, do Azerbaijão, o atual campeão Mundial, no dia 15, segunda-feira, às 9h, também no horário brasileiro. 


Fonte: Sollys Vôlei
Fotos: Rafael Zito/Divulgação
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...