sexta-feira, 12 de outubro de 2012

CAMPEONATO PAULISTA FEMININO 2012: VÔLEI AMIL TEM NA TORCIDA UMA GRANDE ARMA PARA DERROTAR O SESI

VÔLEI AMIL TEM NA TORCIDA UMA GRANDE ARMA PARA DERROTAR O SESI NA SEMIFINAL DE SEGUNDA-FEIRA
Time unido em quadra 

Com a melhor média de público do Campeonato Paulista, time do técnico José Roberto Guimarães é praticamente imbatível na Arena Amil e quer fazer valer essa força para sair na frente do playoff.

O Vôlei Amil inicia sua jornada rumo a disputa do título do Campeonato Paulista Feminino nesta segunda-feira (15), em Campinas. O time do técnico José Roberto Guimarães recebe o Sesi-SP para a primeira partida do playoff semifinal a partir das 18h30, na Arena Amil. A expectativa é para um duelo equilibrado, no qual o fator quadra pode fazer a diferença. Justamente por isso, jogadoras e comissão técnica convocam os torcedores para lotar o ginásio e ‘jogar junto’ com Walewska, Fernandinha, Daymi Ramirez e cia. O canal Sportv vai transmitir o jogo ao vivo.

A melhor mostra do jogo duro que se espera na série melhor de três partidas da semifinal está no retrospecto. A fase de classificação registrou uma vitória para cada lado, sempre com vantagem para quem jogou como mandante. Justamente por isso foi tão importante para o Vôlei Amil encerrar a fase de classificação do Campeonato Paulista na vice-liderança e garantir o direito de decidir a vaga em Campinas. O segundo confronto diante do Sesi está programado para o dia 18, às 19h, em São Paulo, na unidade da Vila Leopoldina, mas o terceiro, se necessário, voltará a ser disputado na Arena Amil, dia 21, às 13h. A outra semifinal, entre Sollys/Nestlé e Pinheiros têm início no dia 25.

O técnico José Roberto Guimarães reconhece a qualidade do adversário, que conta com as medalhistas olímpicas em Londres Dani Lins, Tandara e Fabiana, mas confia a evolução do Vôlei Amil. "O primeiro ano é sempre o mais complicado para qualquer time, mas fomos melhorando a cada partida e acredito no potencial desse grupo, que mescla jogadoras experientes como Walewska, Ramires e Fernandinha, com jovens promessas como Pri Daroit, Ju Nogueira, Natasha e Suelen", afirma o treinador, que aposta também na força da torcida. "Temos jogado melhor em casa. Os torcedores apoiam muito e as atletas sentem isso. Temos a melhor média de público do Paulista e esperamos que continue assim nessa fase final", completa. Na fase de classificação, a Arena Amil registrou 2 mil espectadores em média por partida. No confronto com o Sollys/Nestlé, no sábado (6), o público foi de 3.500 pessoas. 

Torcida pode fazer a diferença - A capitã Walewska também salienta a importância de contar com a torcida a favor, principalmente em um confronto difícil como deve ser diante do Sesi. "A prova da força que temos dentro de casa é que sofremos apenas um revés (contra o Sollys) na Arena Amil e isso aconteceu com o time jogando bem. Temos um grupo consciente do que precisa fazer, muito dedicado nos treinamentos e espero que já tenha amadurecido o suficiente para jogar essa fase decisiva com a capacidade de apresentar toda a evolução que conquistamos até aqui", avalia a central, que reconhece a necessidade de sacar bem para que tudo funcione bem para o lado da equipe de Campinas.

Para a ponteira Pri Daroit, o Vôlei Amil está pronto para ‘o que der e vier’. Maior pontuadora da última partida da fase de classificação, contra o São Caetano, com 19 acertos, ela reconhece que ainda há muito a evoluir no aspecto individual e coletivo, mas aponta justamente esse fato como um dos fatores positivos. "Sabemos que precisamos, e vamos, melhorar. Esse é um grupo novo, formado há pouco mais de três meses, mas estamos muito unidas em quadra, uma ajudando a outra, e a partir da fase final tenho certeza que jogaremos ainda melhor. Vamos dar tudo de nós para chegar a final e lutar pelo título. Com certeza", completa.

O Vôlei Amil manterá sua base para o primeiro duelo das semifinais, com a levantadora Fernandinha, a oposto Daymi Ramirez, as centrais Walewska e Natasha, as ponteiras Pri Daroit e Ju Nogueira e a líbero Suelen. Como opção no banco ficam as meio de rede Andressa e Renata, a levantadora Priscila e a líbero Killara. "Sabemos que vai ser um jogo muito duro e também emocionante. Já ganhamos delas dentro de nosso ginásio e temos planas condições de fazer isso de novo e sair na frente na semifinal", completa Fernandinha.

Ingressos - Para as semifinais, o esquema de ingressos permanece o mesmo praticado durante a fase de classificação. Há dois modos de garantir presença no ginásio. A primeira é retirar as entradas em um dos três pontos da Ingresso Rápido em Campinas. O atendimento começa às 10h e é gratuito. Porém, é necessário preencher um cadastro bastante simples, cujo objetivo é formar a torcida do Vôlei Amil. Importante lembrar que o ingresso só é válido levando 1kg de alimento não perecível ao ginásio (menos sal e açúcar).

A segunda maneira é retirar o ingresso na própria Arena Amil, no dia partida. Para isso, o ideal é entrar na fan page oficial do Vôlei Amil no Facebook (www.facebook.com/VoleiAmil) e imprimir a ficha cadastral. O torcedor deve levá-la preenchida junto com 1kg de alimento no perecível.

Fonte: ZDL
Foto:Felipe Christ/Amil

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...