segunda-feira, 10 de setembro de 2012

POR ONDE ANDA? Giovane Gávio

Por onde anda? Giovane Gávio

A bola de vôlei não fez parte da infância de Giovane. O sonho de criança era ser aviador, sonhava alto, queria pilotar um caça. O primeiro contato com o esporte foi no tatame, no judô, onde conquistou seu primeiro título, o de campeão mineiro, aos 12 anos. Mas os aviões e o quimono ficaram para trás. Inspirado pela ‘Geração de Prata’ e contando com o incentivo da irmã mais velha, a ex-jogadora Giseli, o mineiro de Juiz de Fora (MG) pisou na quadra de vôlei aos 13 anos, para nunca mais sair. Começou a jogar no Clube Bom Pastor e no Colégio dos Jesuítas, onde estudava, até que, aos 16 anos, deixou a casa dos pais e se mudou para São Paulo, para treinar no Banespa, à época um dos principais clubes do país. Esforço recompensado: em 1988, seu nome constava, pela primeira vez, de uma lista de convocação para a Seleção Brasileira principal. Começava ali uma relação de paixão, cumplicidade e muitas, muitas conquistas com a camisa número 3 do Brasil. 

Campeão Olímpico em Barcelona 1992

Giovane virou ‘Gigio’, foi homenageado em sua cidade-natal com uma estátua em praça pública e ganhou um espaço especial no coração dos fãs. Além, claro, das fãs, que o elevaram à condição de ídolo e muso dos anos 90. Giovane passou por equipes importantes do país e da Europa, como Banespa, Palmeiras, Chapecó, Suzano, Minas Tênis Clube, Vasco da Gama, Unisul, Padova (ITA), Ravenna (ITA) e Cuneo (ITA), entre outros. Pela Seleção Brasileira, o atacante colecionou títulos importantes e prêmios individuais: bicampeão olímpico (Atenas-2004/Barcelona-1992), campeão mundial (2002), tricampeão da Liga Mundial (2003/2001/1993), campeão da Copa do Mundo (2004), pentacampeão sul-americano (2003/2001/1995/1991/1989), eleito ‘Melhor Atacante’ da Copa do Mundo (2003), ‘Melhor Bloqueador’ da Copa do Mundo (1989), ‘Melhor Jogador’ da Liga Mundial (1993) e escolhido ‘Atleta do Ano’ pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Foram mais de 400 partidas oficiais pela Seleção Brasileira. 

Bicampeão olímpico em 2004 

Ao lado de Tande, viveu uma experiência vitoriosa no vôlei de praia. Nas areias, foi campeão do Circuito Brasileiro em 1998. Em 2006, pendurou as joelheiras e passou a olhar o vôlei da beira da quadra. Na extinta Unisul (SC), iniciou a carreira de treinador onde, em pouco tempo, mostrou o mesmo talento da época de jogador. Atualmente no comando do SESI (SP), Gigio foi campeão do Campeonato Sul-Americano (2011), campeão da Superliga (2010/2011), campeão do Campeonato Paulista (2009) e tricampeão da Copa São Paulo (2011/2010/2009). Um dos esportistas mais requisitados para palestras e campanhas publicitárias na atualidade, Giovane é casado, tem quatro filhos (Giulia, Gianmarco, Filipe e Thiago) e o sonho de voltar à Seleção Brasileira. Só que como técnico.

Com Nalbert campeão do World Grand Prix

  • Principais conquistas como Jogador


1987 - Campeão sul-americano juvenil, pela seleção brasileira
1987 - Campeão brasileiro, pelo Banespa
1988 - Bronze no Mundial Juvenil, pela seleção brasileira
1989 - Campeão sul-americano adulto, pela seleção brasileira
1989 - Melhor bloqueador da Copa do Mundo no Japão
1989 - Campeão brasileiro, pelo Banespa
1991 - Campeão sul-americano
1992 - Campeão olímpico
1993 - Campeão da Liga Mundial
1993 - Campeão europeu, pelo Ravenna
1993 - Melhor jogador do mundo
1994 - Bicampeão europeu, pelo Ravenna
1995 - Campeão sul-americano
1995 - Vice-campeão da Liga Mundial
1996 - Campeão da Super Liga, pelo Repport/Suzano
1998 - Campeão brasileiro do Circuito Vôlei de Praia
2001 - Vice Campeão da Super Liga (Banespa)
2001 - Campeão da Liga Mundial
2001 - Campeão sul-americano
2002 - Vice-campeão da Liga Mundial
2002 - Campeão mundial
2003 - Campeão da Liga Mundial
2003 - Campeão sul-americano
2003 - Campeão da Copa do Mundo no Japão
2003 - Melhor atacante da Copa do Mundo no Japão
2004 - Campeão da Liga Mundial
2004 - Bicampeão olímpico

Giovane no comando do SESI
  • Principais conquistas como Técnico

2009 - Copa São Paulo
2009 - Campeonato Paulista
2010 - Copa São Paulo
2011 - Campeão da Superliga Brasileira de Voleibol pelo SESI-SP
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...