quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Entrevista Exclusiva com Michelle Daldegan

Michelle Daldegan tem o vôlei no sangue

 A entrevista de hoje do WCB News é com Michelle Daldegan uma das melhores líberos do Brasil. Tem o Voleibol no sangue, pois já está na terceira geração de atletas do vôlei da família. Tudo começou quando seu bisavô construiu uma quadra de vôlei na fazenda 3 Barras onde sua avó e tias criaram um time. Sua mãe joga vôlei no master até hoje. Além de ser uma excelente atleta, Michelle sabe a importância da educação aliada ao esporte e dá o conselho: "Não deixe de estudar. É muito importante que o desenvolvimento físico esteja aliado ao desenvolvimento intelectual e social!". Gosta do mundo rural, tanto que já participou da prova de três tambores em rodeios. Sua carreira está completamente ligada ao amor e apoio que recebe de sua família. Sabendo que com pequenas atitudes podemos mudar a vida das pessoas, tem planos de desenvolver um projeto social em sua cidade natal: Divinópolis onde recebeu o título de MADRINHA DO VÔLEI DE DIVINÓPOLIS. Vamos agora conhecer mais sobre Michelle Daldegan:


Nome Completo: Michelle Coelho Lemos Daldegan

Data de Nasc.: 05-01-1983
Idade: 29 anos
Cidade Onde Nasceu: Divinópolis
Olhos: Castanho escuro
Cabelos: Preto
Altura: 1,70
Peso: 60KG
Equipe: Sesi-SP
Posição: Líbero
Mania: Mexer no cabelo
Qualidade: Corajosa e persistente
Defeito: Teimosa
Hobby: Montar a cavalo
Time que Torce: Cruzeiro-MG
Medo: Escuro
Comida: Carne moída da Ariete (secretária há 18 anos na casa dos meus pais em Divinópolis)
Viagem: Las Vegas
Filme: Corcel Negro
Música: Sertanejo
Clubes que Jogou: Pinheiros, Minas Tênis Clube, Osasco(Paulista), Pauta São José-SC e atual Sesi-SP.


WCB News: Como o voleibol surgiu na sua vida e quais dificuldades que enfrentou para se tornar profissional?
Michelle Daldegan: O voleibol está no meu sangue, minha mãe Karla Daldegan que joga master ate hoje me ensinou em casa. O esporte é uma tradição na família, meu bisavô há aproximadamente 65 anos construiu uma quadra de vôlei na fazenda 3 Barras onde minha avó e tias criaram um time. Utilizavam foguetes como forma de chamar os vizinhos e parentes para jogar vôlei. Minha maior dificuldade foi sair de casa aos 16 anos e ficar longe da família.

WCB News: Um conselho para quem está começando agora no vôlei?
Michelle Daldegan: Dê tudo de si, seja persistente, lute sem jamais desistir. E principalmente, não deixe de estudar. É muito importante que o desenvolvimento físico esteja aliado ao desenvolvimento intelectual e social.


WCB News: O que você gosta de fazer nos dias de folga?
Michelle Daldegan: Curtir o sol e piscina do Sesi, ir a missa aos domingos, saborear a culinária japonesa com os amigos e ir até a Divinópolis rever meus familiares.

WCB NEWS: Além do voleibol, quais outros assuntos lhe interessam fora do esporte? 
Michelle Daldegan: Faço faculdade de Processos Gerenciais e assuntos relacionados ao curso despertam meu interesse. Sou apaixonada por animais e tudo que envolve o meio rural e participei da prova dos três tambores em rodeios.


WCB News: Toda mulher se considera vaidosa. Sendo assim, quais são os principais cuidados que você tem com a beleza? 
Michelle Daldegan: Não esqueço de passar meu protetor todas as manhãs, faço minhas unhas e uma hidrataçãozinha no cabelo (risos).

WCB News: Como você cuida da alimentação?
Michelle Daldegan: Procuro ser disciplinada e mantenho uma dieta moderada que contenha nutrientes necessários para meu organismo. No geral, evito frituras, não bebo refrigerante e abuso das frutas.


WCB NEWS: Quais os cuidados que você procura ter com sua saúde?
Michelle Daldegan: Tenho um propósito de envelhecer com saúde, por isso procuro me informar e fazer as escolhas que contribuam para a minha qualidade de vida.

WCB News: Você tem algum cuidado especial com a beleza em dias de jogos?
Michelle Daldegan: Sou muito tranquila e simples quanto a isso, prendo bem o meu cabelo e passo um protetor com base.


WCB News: Quais os momentos mais marcantes na carreira?
Michelle Daldegan: Nunca vou me esquecer de uma final do Paulista. Eu jogava no Pinheiros e quando sai do vestiário com o time, minha família estava toda na arquibancada com faixas, balões, chapéus e um berrante. Foi uma grande surpresa. A história da minha carreira está completamente ligada ao amor e apoio que recebo da minha família. 

WCB News: Quais suas expectativas na carreira de atleta?
Michelle Daldegan: Sempre fazer o meu melhor e contribuir para a equipe. Hoje compreendo a importância de um atleta nas questões sociais, quero ser exemplo e inspiração para crianças e jovens que estão começando, transparecer com muita garra e vontade toda a magia que tem o esporte.


WCB News: Um Sonho?
Michelle Daldegan: Desenvolver um projeto social em minha cidade, Divinópolis-MG. Neste ano tive a honra de receber o título de MADRINHA DO VÔLEI DE DIVINÓPOLIS. Além disso, participei de alguns projetos relatando minha trajetória e criando oficinas práticas para crianças e adolescentes de Divinópolis.
E através do projeto A GRANDE SACADA criado pelo SESI-SP tenho a oportunidade de aprender e vivenciar experiências inesquecíveis. É indescritível perceber que com pequenas atitudes podemos mudar a vida das pessoas.


WCB News: Como você avalia os investimentos dos patrocinadores em times brasileiros que infelizmente em alguns casos cobram dos times um imediatismo de resultados e quando isso não acontece acabam tirando o patrocínio?
Michelle Daldegan: Investimento no esporte em nosso país ainda é precário. Mas sou otimista e acredito num futuro melhor. Com muito orgulho, pelo segundo ano, faço parte do projeto SESI-SP que além de contribuir para a valorização do esporte brasileiro, estimula a adoção de hábitos saudáveis para público infantil até a terceira idade, disponibiliza serviços e programas de estimulo a gestão socialmente responsável. Enfim, é de suma importância que tenhamos o investimento de patrocinadores, mas hoje entendo que a valorização do esporte em nosso país deve estar aliada a projetos que além de atletas, formam pessoas e disseminam valores.


WCB News: Considera a Superliga o melhor campeonato entre clubes do mundo?
Michelle Daldegan: Sim.O título do livro “No País do futebol o vôlei é o melhor do mundo” (escrito por uma grande amiga Bruna Bastos) descreve bem a grandiosidade do voleibol em nosso país.


WCB News: Recado para a galera que acompanha sua entrevista no o WCB NEWS:

Michelle Daldegan: Gostaria de agradecer pelo carinho de todos os amantes do voleibol que estão espalhados pelo Brasil. Em especial a minha cidade Divinópolis. E dizer que VALE A PENA SE ENTREGAR DE CORPO E ALMA AO ESPORTE. Beijo da líbero Michelle!

WCB News: Michelle, foi um prazer ficar sabendo mais sobre você! Tem uma história de vida muito rica e interessante! O Brasil precisa de mais pessoas que tem valores tão nobres como os seus! Meus parabéns e que seja a primeira entrevista de muitas! Sucesso!



Entrevista concedida a Walter Caparrós Blanco
Fotos: Arquivo pessoal de Michelle Daldegan
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...