sábado, 7 de abril de 2012

Personagens da Superliga 2011/12: Conheça mais sobre Camila Brait

Simpatia em pessoa, Camila Brait abre o jogo e revela mania de organização 
A entrevistada de hoje é a líbero Camila Brait.

Além do voleibol, quais outros assuntos lhe interessam fora do esporte?
Camila Brait: Eu gosto muito de acessar os portais para saber as notícias sobre o que está acontecendo no mundo. Gosto bastante de ficar na internet e assistir filmes. 

Quando tem um tempo de folga ou durante os intervalos dos treinamentos que tipo de assunto você procura se informar?
Camila Brait: Gosto de entretenimento, de ficar vendo fotos das modelos e gosto de ler sobre novelas. 

Você tem o hábito de ler algum tipo de Revista ou Jornal? 
Camila Brait: Gosto da Quem e da Caras e de saber das fofocas.

Toda mulher se considera vaidosa. Sendo assim, quais são os principais cuidados que você tem com a beleza? 
Camila Brait: Gosto sempre de passar uma base. Seja lá onde eu for eu sempre passo uma base. Um rímel e uma base são indispensáveis. 

Como você cuida da alimentação?
Camila Brait: Massa e comida japonesa são meus pratos preferidos. Lógico que tento me cuidar um pouco comendo saladas e verduras, mas tenho preferência por massa. 

Quais os cuidados que você procura tem com sua saúde?
Camila Brait: Evito ficar tomando sol sem passar protetor. Além disso, procuro ficar longe de poeira porque sou alérgica. 

Você tem algum cuidado especial com o visual em dias de jogos?
Camila Brait: Em dias de jogo tenho grande preocupação com o cabelo. Meu cabelo tem que estar com bastante gel e com tique taque. Tem que estar bem ajeitadinho, praticamente impecável.

Como o voleibol surgiu na sua vida e quais dificuldades que enfrentou para se tornar profissional? 
Camila Brait: Comecei a jogar vôlei com 9 anos, lá em Sacramento. Depois fui convidada para representar a cidade, na sequência mudei para Uberlândia. Enfrentei dificuldades porque sempre fui muito apegada a minha mãe, ela sempre cozinhou e fazia de tudo pra mim. Saí de casa com 15 anos e em vários momentos eu ligava para ela pedindo para ir me buscar porque sofria muito no começo. As piores dificuldades foram aprender a cozinhar, conseguir limpar uma casa e a aprender a cuidar de mim. Além disso, outra dificuldade foi ter de me adaptar a morar com outras meninas, porque eu sou muito organizada e encontrei muitas garotas que eram bagunceiras. Sou muito crítica com organização. 

Como é esse seu jeito "super organizada"?
Camila Brait: Chego do treino e tenho que colocar meu tênis junto com a joelheira fora de casa para tomar um ar. Nunca deixo o tênis no quarto assim que chego do treinamento. Eu chego em casa e já coloco minha roupa para lavar. Tenho pavor de roupa jogada. No meu guarda-roupa está tudo dobrado e também não posso ver uma louça suja que já saio lavando. 

Quais os momentos mais marcantes na carreira?
Camila Brait: O título Mundial Juvenil em 2007 e a conquista da Superliga 2009/10.

Fonte: Sollys Vôlei
Foto: Walter Caparrós Blanco/WCB News
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...