domingo, 8 de abril de 2012

Superliga Masculina 2011/12 - Semifinais

Lorena briga, desestabiliza o RJX e comanda virada do Vôlei Futuro

O Vôlei Futuro derrotou o RJX por 3 sets a 1, com parciais de 18-25, 27-25, 25-23 e 25-21, e empatou a série semifinal da Superliga masculina. O oposto Lorena, que discutiu com o rival Théo e marcou 23 pontos, foi o nome do jogo.
"Acho que sou assim e não posso mudar nunca. Fiz o que fiz na temporada inteira e o grupo está de parabéns", afirmou Lorena logo após o confronto.
A partida foi completamente diferente da realizada na última terça-feira, quando o Rio de Janeiro atropelou o Vôlei Futuro por 3 sets a 0. Desta vez, o time paulista apresentou outra postura e se mostrou confiante em quadra.

A força da torcida carioca no ginásio do Maracanãzinho só foi marcante no primeiro set, vencido pelo RJX. Conforme a equipe paulista ia acertando e virava o placa, a força das arquibancadas foi murchando. A discussão entre Lorena e Théo foi o ponto-chave para incendiar o Vôlei Futuro.
O resultado força a disputa de um terceiro jogo na próxima sexta-feira, em Araçatuba (SP). Quem vencer irá enfrentar o Cruzeiro, que eliminou o Minas, na final da competição.

Rio x Vôlei Futuro fazem semifinal da Superliga

Vôlei Futuro derrotou o RJX fora de casa e levou decisão do finalista da Superliga masculina para o terceiro jogo Fábio Borges/VIPCOMM

O jogo
O duelo começou muito equilibrado, com as duas equipes disputando a liderança ponto a ponto. Após a primeira parada técnica, porém, o Vôlei Futuro passou a cometer erros bobos e deixou o Rio de Janeiro deslanchar.

Na parte final do primeiro set, o time carioca teve apenas o trabalho de manter a folga em fechou com certa tranquilidade: 25 a 18.

Veio a segunda parcial e o clima em quadra esquentou. Com uma arbitragem polêmica e muita provocação entre os atletas, o oposto Lorena foi o nome do set. Primeiro pela discussão com Théo, do Rio de Janeiro. Depois, e principalmente, pelos ataques precisos. Foi o que o Vôlei Futuro precisava para acordar.

Nem um erro do juiz central, que inverteu ponto quando o placar marcava 18 a 15 para o time paulista, impediu a reação. O Vôlei Futuro seguiu melhor, mas precisou de três set points para finalizar o set em 27 a 25.

O Rio de Janeiro voltou arrasador na parcial seguinte. Contando com forte bloqueio, a equipe carioca abriu 5 a 0 e precisou somente administrar a vantagem.
Parecia que já era tarde demais quando o Vôlei Futuro entrou no jogo, mas então Lorena voltou a fazer a diferença. Bem também na defesa, o oposto não deu chances à defesa rival e comandou a impressionante virada. O que parecia um set perdido acabou 25 a 23 para os paulistas.

A quarta parcial foi bem parecida com a primeira. Equilíbrio foi a palavra na parte inicial. Mas, ao contrário do set inicial, foi o Vôlei Futuro quem assumiu a ponta após o tempo técnico. Superior em quadra, o time paulista fez 25 a 21 e fechou o jogo em 3 sets a 1.

Fonte: Globo.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...